Palmeiras vence, mas não convence Marcelo Oliveira: “não gostei”

Cesar Greco / Palmeiras / Divulgacao

O Palmeiras venceu o Cruzeiro por 2-1 na noite da última quarta-feira, no Allianz Parque, no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O resultado positivo, no entanto, não agradou o técnico alviverde, que fez uma análise sobre o time como um todo.

LEIA MAIS
Luxemburgo é derrubado por Dudu e tem suspeita de fratura; veja!
Com lesão na coxa, Arouca deixa campo mais cedo e preocupa Palmeiras
10 coisas que os torcedores rivais invejam no Palmeiras, mas não assumem

“Poderíamos ter tomado mais gols. Fizemos trabalho em relação a isso, a posse de bola, mas ainda não encontramos a sintonia para que as coisas aconteçam de forma mais equilibrada. Hoje, tinha todo o cenário para isso: gol cedo, com jogadores técnicos para ficar com a bola, mas não gostei da produção como um todo. Fizemos até boas jogadas de ataque esporádicas, mas o jogo como todo podemos melhorar”, disse Marcelo Oliveira, em coletiva de imprensa após a partida.

O Palmeiras realmente não vem tendo grande posse de bola nos últimos jogos. Contra a Raposa, foi apenas 41% contra 59% dos mineiros. Contra o Flamengo, no Brasileirão, o time carioca chegou a ter 70% do tempo a bola em seu domínio, contra apenas 30% do Verdão, que também jogava em casa. Mesmo sem a bola nos pés, no entanto, o alviverde fez mais gols e saiu vitorioso das partidas.

Na próxima semana, contra o Cruzeiro em Minas, pelo jogo de volta na Copa do Brasil, o Palmeiras se classifica até mesmo com um empate. Mas no que depender de Marcelo Oliveira, o Verdão não jogará com o regulamento debaixo do braço.

“Temos que pensar em fazer gols lá. É uma história que a gente vai vivenciar a partir da segunda-feira”, explicou o treinador, que já foca suas atenções para a partida diante de outro clube de Minas, o Atlético, pela primeira rodada do returno do Brasileirão, no próximo domingo.

Foto: César Greco / Palmeiras / Divulgação