Rosberg admite que não poderia fazer nada para evitar pole de Hamilton

Mais uma vez largando da segunda colocação, Nico Rosberg admitiu que não tinha condições de tomar a pole position de Lewis Hamilton para o Grande Prêmio da Bélgica de Fórmula 1, que acontece no circuito de Spa-Francorchamps. O alemão, piloto mais rápido da sexta-feira de treinos livres, ficou a quatro décimos do companheiro de equipe na fase final da tomada de tempos realizada neste sábado (22).

LEIA MAIS:
Na Bélgica, Hamilton garante sua décima pole position no ano

“O qualifying foi bem até o final. Mas no Q3, Lewis encontrou tanto tempo que infelizmente não consegui fazer mais nada. Então, foi um dia desapontador, mas existe ainda muito para jogar na corrida”, comentou Rosberg, após a tomada de tempos desta manhã de sábado.

“Eu preciso e uma boa largada e então, depois da Eau Rouge, devo ter uma boa chance para ultrapassar até o final da longa reta, então, acelerarei forte para fazer isso acontecer”, seguiu o piloto alemão, dando uma ideia daquilo que será necessário para conseguir um bom resultado.

Rosberg também falou do novo procedimento de largada, que impede o piloto de receber qualquer tipo de ajuda externa para o início da corrida. “Nós temos um novo procedimento de largada que todos precisam acertar e será interessante como que será esse trabalho amanhã”, completou o piloto, que está 21 pontos atrás de Hamilton na tabela de pontos do Campeonato Mundial.

O Grande Prêmio da Bélgica de Fórmula 1 será disputado neste domingo (23), a partir das 9h, pelo horário de Brasília. A corrida será transmitida pela TV Globo.

Foto: divulgação/Mercedes



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.