Santos de Dorival fez duelo “misterioso” contra o Avaí; relembre

Crédito da foto: Divulgação/Santos FC

Como lembrado pelo Torcedores.com, Dorival Jr já disputou 10 mata-matas no comando do Santos, só saindo derrotado de um. O detalhe é que esse “um” passa batido nas conversas entre santistas e até na mídia. E foi contra o próximo adversário do Santos, e de Dorival, no Campeonato Brasileiro: o Avaí.

O confronto ganhou ares de “misterioso” pouco antes da participação do Santos no Mundial de Clubes de 2011, quando seria derrotado pelo Barcelona. Durante o período de preparação para o torneio, diversas matérias em jornais impressos (e também em matérias online, que acabariam corrigidas no ar) destacavam como o “Santos de Neymar” não havia perdido duelos de mata-mata.1 a 0, gol de Zé Eduardo

As matérias levantavam os confrontos daquela geração, que ganhou o Paulista de 2010, a Copa do Brasil do mesmo ano, e o Paulista e a Libertadores de 2011 ganhando todos os confrontos eliminatórios. E esqueciam que aquele time jogou a Copa Sul-Americana de 2010.

Naquela ocasião, o Santos encarou o Avaí pela fase nacional – e parou aí. Na partida de ida, no Pacaembu, apenas dois jogadores foram poupados: Neymar e Ganso que entraram durante a partida. De resto, todo o time titular jogou, com jogadores como Arouca, Zé Eduardo, Wesley e Marquinhos.

Mesmo assim, o Avaí surpreendeu e fez 3 a 1, com direito a gol de cobertura de Vandinho. Depois, na Ressacada, o Santos escalou time completo, venceu, mas não passou: 1 a 0, gol de Zé Eduardo.

O Avaí ainda passaria pelo Emelec, antes de cair para o Goiás, nas quartas de final – Goiás que seria vice-campeão.

Mas a questão é: por que tal duelo ficou esquecido, ao menos nas mentes de não-torcedores do Avaí? Seria pelo encanto da “geração Neymar”? Ou pela desvalorização da Sul-Americana de então – o torneio vem ganhando força nos últimos anos -?

De qualquer maneira, o resultado também mostra que o Avaí tem algo em comum com o Barcelona: por um bom tempo, foi o único time a bater o Santos de Neymar em um mata-mata. Um resultado e tanto.

Foto: Divulgação/Santos FC



Jornalista esportivo.