Seleção Feminina sub-23 conquista o Mundial de vôlei na Turquia

Reprodução/FIVB

Jogando a final com as donas da casa, nesta quarta-feira, Seleção Feminina sub-23 comandada pelo técnico Wagão venceu a final por 3 set a 1. Esse é o primeiro campeonato mundial dessa categoria. Jogadoras de Osasco, Rio de Janeiro, Minas e Pinheiros são os destaques da equipe.

LEIA MAIS
Fora da Copa do Mundo, Seleção Feminina realiza amistosos antes de Sul-Americano
Nalbert é o primeiro atleta confirmado para o revezamento da tocha da Rio-2016

Com um início de jogo equilibrado, brasileiras e turcas trocaram pontos até a primeira parada técnica. Até que as donas da casa começaram a abrir no placar, sempre mantendo três pontos de diferença do Brasil. Mas foi a levantadora Juma chegar ao saque para as coisas mudarem para a seleção. Com uma boa sequencia no fundamento e os erros de recepção do outro lado as meninas do Brasil viraram o placar, e fechou a parcial por 25 a 21.

O time turco voltou para o segundo set disposto a mudar a situação que até o momento era favorável ao Brasil. Com bons ataques pelas pontas e principalmente a central Akman, o time europeu devolveu o mesmo placar do primeiro set, e empatou o jogo.

No terceiro set as parciais eram parecidas com os sets anteriores, com as equipes alternando pontos. Porém, mais uma vez com uma boa passagem de Juma pelo saque a seleção brasileira abriu no placar e encaminhou a vitória. A ponteira Drussyla foi o grande destaque deste set.

Disposto a conquistar seu primeiro título mundial no sub-23, a seleção brasileiras começou o quarto set com uma vantagem de 5 a 1 contando principalmente com os pontos de bloqueio.

E foi com esse fundamento e o saque que a o Brasil manteve sua vantagem no placar.  Além disso, o time turco errou muito em pontos diretos para seleção brasileira. Na segunda parada técnica, o Brasil vencia o quarto set por 16 a 6. O time turco se recuperou no set obrigando o técnico Wagão pedir os dois tempos que tinha, mas com um ponto de Rosamaria a seleção e comemorou o título inédito, vencendo o set por 25 a 22.

A seleção feminina sub-23 que ganhou o mundial foi representada pelas levantadoras Juma (Pinheiros) e Naiane (Camponesa Minas), as ponteiras Gabi (Vôlei Nestlé), Drussyla (Rexona/Ades), Kasiely (Brasília), as centrais Saraelen (Vôlei Nestlé), Milka (São Bernardo), Valquíria (Camponesa Minas) e as opostas Rosamaria (Camponesa Minas), Lorenne (Rexona/Ades) e Paula (Pinheiros) e a líbero Juliana (Rio do Sul).