Sem doping, Gatlin marca 9s83 e segue como favorito nos 100m em Pequim

Depois de ser suspenso por doping duas vezes, o americano Justin Gatlin confirmou o favoritismo nas primeiras baterias dos 100m no Mundial de Atletismo em Pequim. Com o tempo de 9s83, ele foi o mais rápido entre todos que avançaram para as semifinais. O jamaicano e recordista mundial, Usain Bolt, fez somente a quinta melhor marca.

Foram sete baterias eliminatórias que classificaram 24 atletas para as semifinais dos 100m no Mundial de Atletismo em Pequim. Na sexta bateria, o americano Justin Gatlin cravou 9s83 – até então o melhor tempo entre todas as baterias anteriores. Mas ainda faltava o recordista mundial Usain Bolt correr a sétima e última bateria eliminatória.

Quando o jamaicano cruzou a linha de chegada, ficou confirmado mais uma vez o favoritismo de Gatlin. Bolt ganhou sua bateria com o tempo de 9s96, porém ficou 13 milésimos de segundo atrás de Gatlin. Vale ressaltar que Gatlin teve a seu favor um vento de 2.1 m/s, o mais favorável entre todas as baterias.

O americano de 33 anos está “voando” desde o ano passado. Este ano, a sua melhor marca é 9s74 realizada no primeiro evento da Diamond League (Liga de Diamante) ocorrido em maio no Catar. Apesar de ser a sensação do momento nos 100m, o americano carrega consigo a marca negativa de ter sido duas vezes suspenso do esporte por doping.

As três semifinais e final ocorrerão neste domingo (23).

Abaixo os 10 melhores tempos nas eliminatórias dos 100m em Pequim:

1º) Justin Gatlin (EUA) – 9s83

2º) Trayvon Brommel (EUA) – 9s91

3º) Jimmy Vicaut (FRA) – 9s92

4º) Asafa Powell (JAM) – 9s95

5º) Usain Bolt (JAM) – 9s96

6º) Mike Rodgers (EUA) – 9s97

7º) Andre De Grasse (CAN) e Femi Ogunode (CAT) – 9s99

9º) Ramon Gittens (BAR) – 10s02

10º) Bingtian Su (CHN) e Aaron Brown (CAN) – 10s03

 

Foto: Divulgação/IAAF



Luis Henrique Rolim usa do sarcasmo e da linguagem popular para comer as pizzas do esporte. Futebol, surfe e Jogos Olímpicos são seus sabores favoritos. Ama os gordurosos assuntos extra-campo, e por isso tem colesterol acima da média. Debate ideias, não pessoas.