Sexto em Spa, Massa diz que pneus macios o atrapalharam

Felipe Massa teve um domingo complicado, mas conseguiu terminar o Grande Prêmio da Bélgica de Fórmula 1, disputado na manhã deste domingo (23), no circuito de Spa-Francorchamps, na sexta colocação. A posição foi importante para que o brasileiro da Williams pulasse da sexta para a quarta colocação no Campeonato Mundial de Pilotos, ao lado do finlandês Kimi Räikkönen, com 82 pontos.

LEIA MAIS:
Hamilton vence de ponta a ponta o GP da Bélgica de F1

O brasileiro destacou que não teve um bom início ruim, uma vez que os pneus macios não funcionaram no carro. De acordo com Massa, isso foi determinante para que ele perdesse uma posição na largada. O representante da Williams, porém, disse que após a troca de pneus conseguiu ter um desempenho melhor, graças aos compostos de borracha média.

“Foi um dia frustrante para mim. Eu lutava na largada e então os pneus macios no primeiros stint não funcionaram tão bem como deveriam e eu perdi algumas posições. Até este ponto nós estávamos lutando, mas os pneus médios funcionaram bem”, comentou Massa após a corrida.

“Eu não pude ultrapassar a Force India do Pérez até o final, pois ele estava bem em linha reta. Iniciamos um dia difícil, mas ainda terminei em sexto”, seguiu o brasileiro, que conseguiu diminuir a distância para o mexicano, atacando-o nas voltas finais, mas sem conseguir superá-lo.

“Sem dúvidas eu poderia ter conseguido uma vantagem ainda maior no campeonato, pq no começo, O carro era mais competitivo com o pneu mais duro e a gente começou a correr com aquele pneu”, encerrou Massa, desta vez, em entrevista à Rádio Bandeirantes.

A próxima etapa da Fórmula 1 acontece em duas semanas, com a realização do Grande Prêmio da Itália, que será disputado no tradicional circuito de Monza.

Foto: Glenn Dunbar/Williams F1



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.