Surfista atacado por tubarão diz que nunca mais irá surfar

O australiano Craig Ison, de 51 anos, acordou do coma após sobreviver a um ataque de tubarão branco enquanto surfava na praia de Evans Head. O surfista foi levado ao Hospital Universitário de Gold Coast, na Austrália, onde precisou ser submetido uma cirurgia delicada.

LEIA MAIS:
Mick Fanning doa R$ 190 mil para ajudar surfista atacado por tubarão

Em entrevista ao jornal Daily Telegraph, Ison contou como fez para se livrar do tubarão e descartou a possibilidade de continuar praticando o esporte. “Não existe a menor chance de eu voltar para a água, nenhuma chance no mundo”.

“Eu me concentrei em bater no tubarão branco. Aquilo ia acabar comigo. Era pessoal. Ele estava dizendo para mim “não venha me chatear pensando que você vai sair dessa, amigo, você está f*****, peguei você, não se preocupe”. Mas eu disse para o tubarão: “Vai se f****, eu vou lutar sujo também”. As mandíbulas dele estavam rasgando e eu estava ali só olhando. Pensei: “É melhor fazer alguma coisa”. Então eu fui lá e bang, bang, bang, bang, bang. Dei quatro socos e ele foi embora”, relembrou Ison sobre o momento de tensão que viveu na água.

O australiano espera que novas medidas de segurança sejam implantadas para evitar novos ataques. “Há muitos tubarões nos lugares. Isso é ridículo. É tudo uma questão de números, e quando você tem o tubarão branco como espécie protegida há mais de 15 anos, o que você acha que vai acontecer?”, questionou o surfista.

Foto: Reprodução