Tyson x Holyfield: mordida na orelha marcou a maior rivalidade dos ringues

Getty Images

Tente perguntar a uma pessoa que não acompanha boxe: você lembra de alguma luta? Não precisa nem ter assistido, mas se fosse necessário puxar da memória qualquer lembrança ou resquício de um combate histórico, qual seria? O repórter que vos escreve fez o seguinte exercício e sete dos 10 entrevistados citaram “Ah, lembro do Tyson né… quando ele mordeu a orelha do outro lá, o…o… como chama?” “Do Holyfield?”, tento ajudar. “Sim, sim, esse mesmo”.

LEIA TAMBÉM:
Muhammad Ali x George Foreman: um dos maiores eventos esportivos da história
Luta do século: Confira como aconteceu a luta entre Mayeather e Pacquiao
Veja os detalhes do duelo entre Holyfield e Bowe em Las Vegas
Mordida e contestações: a rivalidade Mayweather x Maidana
Todo Duro x Holyfied: a maior rivalidade do boxe brasileiro

Não adianta. O boxe existe há muito tempo e já revelou grandes campeões como Rocky Marciano, George Foreman, Joe Fraizer, Muhammad Ali, Sugar Ray Leonard, porém a geração do final dos anos 1990 guarda na memória aquele 28 de junho de 1997. Naquele sábado à noite, em Las Vegas, mais precisamente no MGM Hotel, quase 19 mil pessoas estavam presentes para acompanhar a revanche de Mike Tyson contra o então campeão Evander Holyfield válida pelo títulos mundial dos pesos-pesados da Associação Mundial de Boxe (WBA).

Histórico da Luta do Século

Por que revanche? Sete meses antes, Holyfield chocou o mundo ao nocautear o rival, então campeão, no 11º assalto em luta disputada também no estado de Nevada. Os lutadores se encontravam no auge da forma – Tyson buscava desde o início o nocaute com o peculiar estilo caçador no ringue. Por outro lado, Holyfield impressionava pela estratégia e parecia estudar o adversário, esperando pelo momento acerto para atacar.

Com rápida sequência de cruzados e diretos, Holyfield derrubou Tyson e o juiz foi obrigado a encerrar a luta. O cinturão tinha outro dono, mas a guerra estava longe de chegar ao fim. Veio então a revanche.

Combate

Sete meses depois, lá estava os dois se estudando novamente. O combate seguia equilibrado quando Tyson começou a se irritar com eventual cabeçada de Holyfield, ignorada pelo árbitro. Desequilibrado, o desafiante mordeu a orelha do campeão, que começou a pular de dor no ringue. Uma imagem que correu o mundo.

A luta foi reiniciada, e não é que Tyson novamente atacou a orelha esquerda do adversário? Imediatamente o juiz Mills Lane desclassificou o pugilista bad boy.

Relembre!

Logo depois, o local do evento virou uma praça de guerra generalizada, com torcedores inconformados com a atitude de Tyson. Em entrevista anos depois, o norte-americano admitiu que estava sob efeito de drogas na época da luta.

Curiosidades

Tyson e Holyfield se enfrentaram em combates oficiais apenas duas vezes, mas o combate poderia ter acontecido muito antes. Ainda no amadorismo, nas seletivas para os Jogos Olímpicos de Los Angeles de 1984, os dois participaram, mas, de última hora, Holyfield lutou na categoria cruzador. Meses depois, o pugilista conquistava a medalha de bronze olímpica. Por sua vez, Tyson foi derrotado por Henry Tillman e ficou de fora da competição. Em 1992, a luta deveria ter saído do papel, mas Tyson acabou preso por causa de estupro.

Curtiu a matéria? Siga o autor no Twitter: @fontes_matheus.
Facebook: Matheus Martins Fontes.

Foto: Getty Images



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.