Zagueiro afirma que não xingou Ceará de “time de m…”

Rubens Chiri/saopaulofc.net

Acusado de ofender o Ceará durante as oitavas de final na partida de ida, no Morumbi, em que o São Paulo perdeu por 2 x 1, o zagueiro Luiz Eduardo publicou uma mensagem de esclarecimento em sua conta no Instagram (@luizeduardo_26). O lance que gerou polêmica foi a demora do goleiro Luís Carlos em retomar a partida, que já estava na metade do segundo tempo. Embora tenha recebido cartão amarelo anteriormente ao cometer um pênalti, Luiz Eduardo não foi punido neste lance e precisou ser contido por colegas. O árbitro Dewson Freitas da Silva (PA) apenas observou.

LEIA MAIS: São Paulo e Ceará ou Davi e Golias?
LEIA MAIS: Assista aos gols da partida pela Copa do Brasil

De acordo com o atacante Fabinho, do Ceará, o defensor ex-São Caetano teria chamado o Vozão de “time de mer…”. O camisa 26 retrucou: “Foi coisa do jogo. Peguei o goleiro deles e falei “levanta logo dessa merd.., mas quem estava próximo entendeu errado”. Hoje pela manhã, o defensor voltou a se manifestar e disse que em nenhum momento xingou o clube. Ele sustentou a versão de que reclamou diretamente com o goleiro e que não é “seu perfil” xingar equipes independentemente da divisão.

Com a derrota por 2 x 1, o São Paulo pecisa de uma vitória por dois gols de diferença ou um – de 3 x 2 em diante – no jogo de volta para avançar. O encontro está marcado para quarta-feira que vem, às 19h30, no Castelão. O empate dá a vaga ao Alvinegro, que avança também com uma vitória simples. Triunfo dos paulistas por 2 x 1 leva a decisão para os pênaltis.

Na manhã desta sexta-feira (21), Luiz Eduardo publicou mensagem em sua conta no Instagram:

“Bom dia! Passando aqui para deixar bem claro que respeito demais o Ceará Sporting Club, uma instituição com mais de 100 anos, como respeito qualquer outro clube, independente de tamanho ou divisão. Venho recebendo muitas mensagens por aqui e acho que preciso relatar o que ocorreu. Em nenhum momento do jogo de ontem eu xinguei o Ceará. Não mesmo! O que aconteceu realmente foi uma discussão de jogo. O goleiro do Ceará estava caído, fazendo cera, e eu xinguei a situação, o fato dele estar enrolando, atrasando o reinício da partida. Situação normal de jogo, mas alguns atletas do Ceará entenderam errado o que houve naquela confusão. Nunca desrespeitaria um clube por estar numa divisão menor. Não é do meu perfil. Ainda mais que eu cheguei há pouco no São Paulo vindo do São Caetano, que estava na Série D. Quero deixar bem claro isso! Um abraço a todos, fiquem com Deus”

crédito da foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

luiz eduardo post instagram



Jornalista graduado pelo UniCEUB, em 2010. Trabalha com esportes desde 2010 e atualmente sub-editor do caderno Torcida, do Jornal de Brasília. Passou também pela redação do Jornal Metro. Cobriu jogos do Brasileiro (Séries A a D), Copa do Mundo-2014 e Campeonato Candango, além de eventos como o Novo Basquete Brasil e a Liga Futsal.