Agredido por torcedor, zagueiro do Vasco ameaça não entrar em campo

Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Um ato de violência na concentração agravou a crise o Vasco. Nesta sexta (5), o zagueiro Rodrigo cogitou afastamento da equipe após levar um tapa na entrada do hotel onde a delegação cruzmaltina ficará reunida até o jogo deste sábado contra o Atlético-MG no Maracanã.

LEIA MAIS:
Jogadores do Vasco são agredidos no Rio de Janeiro; veja
Vasco é goleado pelo Inter e vira piada nas redes sociais

Segundo informações divulgadas pelo canal “Sportv”, o zagueiro declarou a alguns jogadores que estuda pedir ao técnico Jorginho para ficar fora da partida contra o Atlético-MG.

A partida deste sábado será mais uma decisão para o Vasco, que amarga a lanterna da Série A, com 13 pontos. Pelo Campeonato Brasileiro são cinco derrotas consecutivas e 41 dias sem marcar gols – o último foi na derrota por 4 a 1 para o Palmeiras.

Rodrigo e Luan formaram a dupla titular do Vasco na goleada por 6 a 0 para o Internacional. Caso o zagueiro não possa jogar, Anderson Salles deve assumir a vaga. Além deles, o cruzmaltino tem no elenco Jomar, Aislan e João Carlos.

Nesta semana, o elenco do Vasco sofreu mais uma baixa: o atacante Dagoberto pediu afastamento e abriu mão dos salários para se recuperar de dores que o impedem de entrar em campo desde março. Contratado no início do ano, ele marcou um gol em 18 jogos pelo Vasco.

(Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)