Mountain Bike é preparo físico e prazer em duas rodas

Mountain bike é uma das paixões do BEST TRAINER ÉRICO CAPERUTO. Veja o que ele diz sobre a modalidade.

LEIA MAIS:
Conheça Diogo Montenegro, brasileiro que irá para a maior competição de fisiculturismo do mundo
Musculatura da Panturrilha, nosso segundo coração!

Com a cidade fechando suas garras sobre nós, com cada vez mais carros, trânsito e stress, as ciclovias e as ciclofaixas de lazer representam uma chance de redenção.

Não importa se você só passeia, se mora perto e aproveita ou se pega o carro e dirige quilômetros até um acesso da ciclofaixa para poder treinar. O ponto é: vamos pedalar.

Depois que o sujeito foi mordido pelo mosquito do pedal e infectado pelo contato com a natureza, o próximo passo é o prazer pelo Mountain Bike.

VEJA TAMBÉM:
Para ficar por dentro das novidades sobre Treinamento, Nutrição, Atividade Física, Saúde e Bem Estar, acesse diariamente Best Trainers Club e nossa pagina no facebook https://www.facebook.com/besttrainersclub

Uma modalidade esportiva antiga, o Mountain Bike é um tipo de atividade com predominância aeróbica, mas que combina diversas capacidades físicas fundamentais para a aptidão e a saúde, com muito prazer e diversão.

Percursos mais técnicos em mata fechada exigem atenção, reflexos rápidos e liberam uma boa dose de adrenalina. Já as pistas íngremes exigem concentração, resistência aeróbica e força muscular. As longas distâncias já pedem resistência aeróbica e psicológica, mas tudo isso muitas vezes num percurso excelente em termos de visual e contato com a natureza – e isso, não tem preço!

Não à toa, o Mountain Bike pode te ajudar a emagrecer, melhorar sua saúde cardiovascular, fortalecer seu sistema respiratório, ajudar na concentração e ainda por cima dar uma SUPER desestressada.

Agora que você já sabe o porque fazer, alguns detalhes podem ser importantes na sua pedalada.

Uma polêmica atual que vai aparecer quando você for comprar sua bike é:

Que tamanho de aro escolher? 29, 27,5 ou 26? Que diferença isso faz?

Na prática, as bikes 26, mais tradicionais, oferecem maior controle, dirigibilidade, são mais ágeis e mais rápidas em percursos mais técnicos ou mas curtos. As bikes 29, por sua vez, “rendem mais” em percursos mais longos ou mais tranquilos como o estradão de terra.

As 27,5 representam a combinação ideal, embora sejam mais difíceis de se encontrar por ainda não serem tão populares.

Um vídeo que relata um estudo científico, feito com cuidados metodológicos dignos de uma pesquisa científica, mostra alguns atletas experientes num percurso pré-determinado, com bikes idênticas (com exceção obvia do tamanho do aro).

As diferenças fisiológicas foram pequenas, mas as características dos aros 29 e 26 seguiram as observações práticas. A 29 foi a mais rápida, a 26, a mais ágil. A principal diferença encontrada no estudo, foi que a aro 27,5 foi a pior bike, quando considerados os parâmetros avaliados como velocidade e controle.

Seja como for, de 26, 27,5 ou 29, a sensação de pedalar fora da Metrópole que nunca para, e ainda ter benefícios físicos importantes para o desempenho e a estética, valem muito – nós recomendamos!

Só não nos culpe se em algum momento você resolver ir trabalhar de bike, ou se pegar comprando duas bikes ou ainda, como nós, acordar as 5 da manhã num fim de semana pra poder pedalar.

Cezar Zocoler é Fisioterapeuta, Educador físico e pesquisador do GEPAME (Grupo de estudos e pesquisas aplicadas ao metabolismo do exercício da Universidade São Judas Tadeu), também escreve para o site exerciência (www.exerciencia.com.br) .

Érico Caperuto é um BEST TRAINER, Educador Físico, líder do GEPAME e diretor técnico do exerciência.

Ambos são mountain bikers amadores!

Crédito da foto: Getty Images



As últimas novidades e as melhores dicas sobre atividades físicas, treinamento, nutrição, suplementos, saúde e qualidade de vida, escritas pelos melhores profissionais do Brasil, você encontra aqui! besttrainersclub.com.br. O seu portal fitness na internet! Também no Facebook e Instagram