Nadal encerrará a temporada sem um título de Grand Slam pela primeira vez desde 2004

Crédito da foto: Divulgação/US Open.

Rafael Nadal começa a sentir na frieza dos números o peso da histórica derrota nesta sexta-feira (4) para o italiano Fabio Fognini, na terceira rodada do US Open. Pela primeira vez desde 2004, o espanhol encerrará a temporada do tênis sem conquistar no mínimo um único título de Grand Slam. Em 2015, Novak Djokovic faturou os títulos do Australian Open e de Wimbledon, e Stan Wawrinka venceu Roland Garros.

MAIS TÊNIS:

Em noite mágica, Fognini vira sobre Nadal, faz história e avança no US Open

Além disso, a derrota para Fognini foi a primeira sofrida na carreira de Nadal depois de estar vencendo por dois sets a zero em um Grand Slam. Em uma virada histórica, onde alcançou a espantosa marca de 70 winners no jogo, o italiano bateu o bicampeão do US Open (2010 e 2013) por 3/6 4/6 6/4 6/4 6/4.

“Tenho de reconhecer que este não foi o meu ano e seguir batalhando para tentar fechar a temporada de uma forma positiva. Quero fechar o ano sentindo que melhorei em relação ao início”, reconheceu Nadal.

Fognini, nas oitavas de final, terá pela frente um outro canhoto espanhol: Feliciano López. Na terceira rodada, López despachou por três sets a zero o canadense Milos Raonic.

Crédito da foto: Divulgação/US Open.



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.