Opinião: Palmeiras faz bem em não comprar Rafael Marques e muito mal em ‘dispensá-lo’

César Greco/Ag. Palmeiras

A informação de que o Palmeiras não faria esforços para exercer definitivamente o atacante Rafael Marques ganhou muita repercussão e gerou polêmica entre os palmeirenses na internet. O clube faz bem em deixar um dos artilheiro desta temporada ir embora assim, tão fácil?

LEIA MAIS:
Multa de Gabriel Jesus já é superior a de Neymar em seu primeiro ano como profissional

Sinceramente, não vale apena fazer um investimento de mais de R$ 5 milhões em um jogador de 31 anos. Nesse sentido, independente de sua importância para o clube, a diretoria do Palmeiras mostra que não quer jogar dinheiro fora, gastando com um atacante que não vai dar um retorno financeiro futuramente.

Mas ao mesmo tempo, é errado dispensar um dos melhores jogadores do clube nesta temporada com três meses de antecedência. O camisa 19 não vive um boa fase, mas isso representa apenas os últimos dois meses. O que não apaga o bom trabalho realizado nos sete meses anteriores.

Rafael Marques é um profissional, mas como será que ele deve treinar e jogar sabendo que não vai permanecer no clube?

Há que diga que o jogador está sendo “punido” pelo técnico Marcelo Oliveira por supostamente ter participado de uma “noitada” com o volante Ralf, do Corinthians e até por isso não o colocou em campo, nem mesmo no segundo tempo, durante o clássico. Sinceramente? Acho que a possibilidade desta informação ser verdadeira é minima. O atacante é casado e pai de família.

Essa diretoria do Palmeiras já mostrou e comprovou que é diferenciada e que pensa muito antes de dar qualquer passo, por isso, faz bem em não perder dinheiro comprando um jogador de 31 anos. Mas está agindo errado ao anunciar com tanto tempo de antecedência que não vai ficar com ele para a próxima temporada.

E faz muito mal ao deixá-lo escapar tão fácil assim. No primeiro dia livre, Rafael Marques já estará sendo disputado por Flamengo, São Paulo, Cruzeiro e por ai vai.

Foto: César Greco/Ag. Palmeiras