Opinião: vencer o São Paulo é quase obrigação do Internacional

ricardo duarte / internacional

O jogo é na casa do adversário. O São Paulo briga por G4. Jogando em casa, o São Paulo possui um bom retrospecto. E, acima de tudo, é o São Paulo. Então por que é quase um dever para o Internacional vencer o tricolor paulista diante de tantos fatores contrários?

LEIA MAIS
Em jogo de desfalques e estreias, São Paulo recebe o Internacional
Internacional quer vender menos jogadores em 2016 e já mira novo empréstimo

São Paulo e Internacional sempre fazem jogos muito duros, com uma leve vantagem para o time paulista. Em 57 jogos pelo Brasileirão unificado, o clube do Morumbi venceu 23 vezes, contra 17 triunfos colorados e outros 17 empates. Como mandante, a vantagem são-paulina também é maior: 27 jogos, 11 vitórias dos donos da casa contra 7 do Inter, além de 9 empates.

Então porque raios este jornalista crava que vencer o São Paulo é praticamente uma obrigação do Internacional? Pelo simples fato de que o tricolor jogará completamente desconfigurado, com apenas dois jogadores considerados titulares. Além disso, a boa fase do Inter após a chegada do técnico Argel pode fazer o Colorado sair do Morumbi com mais três pontos e entrar definitivamente na briga pelo G4.

Dos titulares tricolores, apenas PH Ganso e Michel Bastos estarão em campo. Todos os demais estão se recuperando de lesão ou cumprem suspensão pelo terceiro cartão amarelo. O Internacional, por sua vez, vai quase completo enfrentar o São Paulo. As exceções são o goleiro Alisson, servindo a Seleção Brasileira e o atacante Vitinho, suspenso. Muriel ganha a vaga sob as redes e Lisandro López, que marcou duas vezes na goleada contra o Vasco, comanda o ataque ao lado de Sasha.

Para quem briga por G4, vencer o São Paulo hoje é praticamente uma obrigação.

Foto: Ricardo Duarte / Internacional