UFC 191 foi fiasco de renda e público

Se engana quem pensa que a luta entre o campeão dos pesos moscas Demetrious Johnson e John Dodson agradou ao público. O UFC 191, realizado na MGM Grand Garden Arena (em Las Vegas), não teve bons números de público presente e renda, tornando-se o pior evento da franquia desde o UFC 49, que teve Randy Couture e Vitor Belfort no main event.

Realizado no último sábado (5), a última edição contou com renda de pouco mais de US$ 1,3 milhão (aproximadamente R$ 5,1 milhões) e quase 11 mil pagantes, sendo superior apenas ao evento de 2004, que contou com uma bilheteria de exatos US$ 1,293 (mais de R$ 4,8 mihões). Entretanto, o número de presentes fora maior, tendo mais de 12 mil pessoas assistindo às lutas.

Se o UFC teve rentabilidade abaixo do esperado dessa vez, logo logo deverá voltar a sorrir. O próximo evento do Ultimate que acontecerá em Las Vegas promete bater recordes: o UFC 194, dia 12 de dezembro. No card principal, duas disputas de cinturão: José Aldo e Conor McGregor devem unificar o cinturão dos penas e Chris Weidman entrará no octagon visando manter o título dos médios contra seu compatriota Luke Rockhold.

Crédito da foto: Divulgação/UFC



Lucas Nunes é um jornalista carioca apaixonado por esportes. Apesar de trabalhar em outros ramos da comunicação atualmente, planeja trilhar carreira no jornalismo esportivo, já que ama, em suma, o futebol, o automobilismo e o MMA.