Atlético-MG deve receber mais de R$ 100 milhões em 5 anos com novo fornecedor

Agenda da semana
Foto: Reprodução

As negociações para que o Atlético-MG troque Puma pela Dry World em 2016 estão adiantadas. O contrato com a nova fornecedora de material esportivo deve ser assinado por cinco anos, podendo render ao Galo, nesse período, um valor superior a R$ 100 milhões.

LEIA MAIS:
Noiva de Guerrero é cornetada ao confundir canto da torcida Flamengo com a do Corinthians
Corinthians faz parceria com time do Rio de Janeiro
Alan Patrick exalta torcida do Flamengo em rede social: “Maior do Mundo”
Artilheiro do Ano: Kieza deixa Pato e Kayke para trás e diminui diferença para Ricardo Oliveira
Brasileirão: confira como está a classificação do segundo turno, que tem novo líder
14 opções de zagueiros para seu time se reforçar em 2016

A empresa canadense Dry World deve entrar no mercado brasileiro a partir de janeiro de 2016, tanto que o site oficial da fornecedora de material esportivo já exibe a bandeira do Brasil.

O clube escolhido para abrir as portas da empresa no Brasil é o Atlético Mineiro. As negociações entre as partes estão adiantadas, e o acordo já estaria apalavrado.

Caso a parceria seja confirmada, o contrato deve ter duração de cinco anos, e renderá ao Galo um valor aproximado de R$ 21 milhões por ano, com a cotação atual do dólar, o que faria o  clube mineiro receber mais de R$ 100 milhões até o fim do vínculo, permitindo assim que o Atlético entre para o top-5 de camisas mais valiosas do Brasil.

A diretoria do clube mineiro acredita que o valor recebido pela empresa canadense irá superar a marca dos R$ 100 milhões no período do vínculo entre as partes, o que só deixaria o time atrás apenas das camisas de Flamengo, Corinthians e São Paulo.

Enquanto a direção do clube mineiro admite as conversas estão adiantadas, sem afirmar que o acordo foi fechado, a página da Dry World apresentou na home do seu site oficial as cores da bandeira brasileira, o que pode ser um anuncio da entrada da fornecedora no mercado brasileiro.

A empresa canadense participa do esporte mundial como fabricante de uniformes para rúgbi, mas já demonstrou vontade de participar do futebol brasileiro quando visitou o Atlético no início do mês.

A atual fornecedora do Galo, Puma, informou que segue em negociações para a renovação do contrato, que se encerra no fim do ano, com o clube mineiro.

Logomarca da Dry World ganhou as cores do Brasil
Logomarca da Dry World ganhou as cores do Brasil

 

Foto: Reprodução

Curtiu essa matéria? Siga o autor no Twitter: @allanmadi