Autuori também fracassou no São Paulo; relembre

Foto: Rubens Chiri/sãopaulofc.net.

A saída do técnico Juan Carlos Osorio do São Paulo é apenas mais uma decepção que os torcedores e a diretoria acumularam nos últimos anos. O colombiano, que acertou com a seleção mexicana, entra para um grupo não desejável e que tem nomes como Adilson Batista, Ney Franco, Emerson Leão, Paulo Cesar Carpegiani e Paulo Autuori.

Responsável pelo título mundial de 2005 diante do Liverpool, Autuori acertou o retorno ao time do Morumbi em julho de 2013. A chegada veio após passagem apagada no Vasco entre março e julho.

Saudosos pelo desempenho de Autuori na primeira passagem pelo Tricolor em 2005, os torcedores não gostam nem de lembrar o nome do treinador. Autuori, que há dez anos teve aproveitamento de 54%, desta vez somou apenas 25,5% dos pontos, com apenas três vitórias, quatro empates e dez derrotas.

O fraco desempenho fez com que ele fosse demitido em 9 de setembro, sendo substituído por Muricy Ramalho, que livrou o São Paulo do que seria o inédito rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Curiosamente, embora o péssimo desempenho à frente da equipe, Paulo Autuori conseguiu um título nessa passagem. Em fase de expansão da marca tricolor pelo mundo, o time venceu o Benfica por 2 x 0, com gols de Aloísio e Rafael Toloi. Antes, a equipe disputou a Audi Cup, em Munique, quando acabou derrotada para Bayern de Munique e Milan por 2 x 0 e 1 x 0, respectivamente.

Hoje, Autuori é treinador do Cerezo Ozaka, equipe da 1º divisão do Japão, a J-League. No país ele também treinou o Kashima Antlers, em 2006

Crédito da foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net



Jornalista graduado pelo UniCEUB, em 2010. Trabalha com esportes desde 2010 e atualmente sub-editor do caderno Torcida, do Jornal de Brasília. Passou também pela redação do Jornal Metro. Cobriu jogos do Brasileiro (Séries A a D), Copa do Mundo-2014 e Campeonato Candango, além de eventos como o Novo Basquete Brasil e a Liga Futsal.