Bernie Ecclestone indica venda da Fórmula 1 ainda neste ano

Bernie Ecclestone poderá vender a Fórmula 1 ainda neste ano. Durante um evento realizado nesta terça-feira (6), o mandatário daquela que é considerada a principal categoria do automobilismo mundial, três grupos estão interessados em comprar o campeonato.

LEIA MAIS:
Grosjean admite que gostaria de pilotar pela Ferrari: “equipe dos sonhos”

“Nossos acionistas no momento estão em posição de perder algumas de suas cotas ou todas elas em breve. Tem havido muito interesse. Eu diria que três grupos estão querendo. Eu ficaria surpreso se pelo menos um deles não comprar em breve”, comentou Ecclestone, de acordo com o “Motorsport.com”.

As expectativas todas caem diante a Qatari Sports Ivestments, ligado ao governo do Qatar, e a RSE Ventures, empresa comandada por Stephen Ross, empresário de 75 anos e dono do Miami Dolphins, uma das franquias mais tradicionais da NFL, a liga profissional de Futebol Americano.

O site “Grande Prêmio” lembra que, algum tempo atrás, os grupos de comunicação Sky e Liberty ofereceram um valor de, pelo menos, R$22 bilhões para assumir a Fórmula 1.

O assunto havia entrado em stand-by nos últimos meses, mas era sabido que o Grupo CVC, detentor de 35% das ações da série poderia deixar o negócio, do qual participa há dez anos. Este é o prazo que a entidade leva costumeiramente para trabalhar e se desfazer de um negócio.

Foto: Getty Images



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.