Opinião: Palmeiras fez sua pior atuação desde 1914

Créditos: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Foi a pior atuação de um time do Palmeiras desde 1914. Só deu Chapecoense nos 90 minutos, mais os acréscimos do árbitro, que por sinal foi uma arbitragem mais trapalhona do que os Trapalhões Didi, Dedé, Mussum e Zacarias.

LEIA TAMBÉM:
Delegado nega interferência externa na polêmica de Chapecoense x Palmeiras

Comentarista do SporTV detona Egídio: “Falo na cara dele que não sabe marcar”
Arouca sai de campo com dores no joelho e preocupa Palmeiras

Voltando ao jogo, a goleada contra é bom porque já tinha torcedor palmeirense se animando demais com esse time, que é fraco, muito fraco, fraquíssimo. Foi um excelente choque de realidade.

Se vier a conseguir uma vaga para Libertadores (a chance maior é pela Copa do Brasil) será lucro porque esse time do Palmeiras é de décimo lugar pra baixo na classificação do campeonato. Bem melhor do que o quase rebaixamento de 2014, diga-se.

Esse time do Palmeiras tem um bom meio-campo com bons jogadores e algumas promessas, um ataque e uma defesa que deixam muito a desejar. O senhor Gabriel Jesus já está se achando o Messi, o Neymar ou CR7. Ele está preferindo o drible quando o passe é a melhor opção, tem “conserto”.

Marcelo Oliveira também não está conseguindo encontrar outro sistema de jogo fora chuveirinho na área adversária e contra ataque. O material humano nas mãos dele também não ajuda. Mas acho que o Marcelo não sai do feijão com arroz básico da maioria dos técnicos brasileiros. É técnico do “basicão”.

Aliás, Marcelo Oliveira não conseguiu ir além do bicampeonato brasileiro pelo Cruzeiro. Fracassou nas duas Libertadores pelo clube de Minas.

No balanço vitórias memoráveis em clássicos, quase voltava a ganhar um título, semifinalista na Copa do Brasil e sem susto de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Para uma reconstrução do time e do clube, o saldo de 2015 do Palmeiras é positivo.

Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação



Viciado em futebol nacional e internacional; gosta de Fórmula 1. Apaixonado por Copa do Mundo como quem gosta de futebol, não como torcedor, e interesso-me por outros esportes somente na Olimpíada. Textos opinativos e curiosidades do futebol. Tenho um blog sobre política (@brasildecide).