Defederico, o Messi que não deu certo

Créditos: Reprodução / Facebook Nueva Chicago

Considerado um dos piores investimento da história alvinegra, Matias Adrián Defederico era cotado para ser o sucessor do Lionel Messi. Muitos dizem que foi o Corinthians que o “queimou”, mas o atacante saiu com apenas algumas atuações medianas e pouquíssimos gols.

O atacante surgiu no Huracán, ao lado de Pastore, como uma das grandes esperanças argentinas, mas logo ele viu sua carreira entrar em declínio e nunca conseguiu atuar do jeito que se esperava. Principalmente pelo Corinthians, clube que pagou mais de 10 milhões de reais para tira-lo do Huracán.

Ao todo ele fez 36 jogos pelo time principal do Corinthians e 3 gols nesse período, não empolgou e chegou a ser “rebaixado” ao time sub 23 do Parque São Jorge. Poucos foram os jogos em que ele fez a diferença, como contra o Ceará, em 2010, no qual ele saiu do banco de reservas e marcou um belo gol de falta, empatando o jogo para o Timão. Ou o seu gol olímpico, na derrota para o Avaí, em 2009.

Suas atuações muito abaixo do esperado fizeram com que fosse perseguido pela torcida, e logo em seguida foi emprestado para o Independiente. Após sair do Corinthians, ele também passou pelo Nueva Chicago, Al Dhafra, e chegou a retornar ao Huracán. Hoje ele atua na Turquia, pelo Eskisehirspor que disputa a Primeira Divisão da Liga Turca.

RELEMBRE O GOL OLÍMPICO MARCADO POR DEFEDERICO (1min 23seg):

 

Foto: Reprodução / Facebook Nueva Chicago

 

 

 



Estudante de jornalismo, apaixonado por esportes.