Flamengo: Oswaldo explica saída de Guerrero: “Tentei resguardá-lo”

Mais uma vez Paolo Guerrero não teve muito o que comemorar individualmente em mais um jogo do Flamengo. Apesar da vitória por 2 a 0 sobre o Joinville, nesse domingo, pelo Campeonato Brasileiro, o peruano passou em branco e ainda foi substituído na etapa final pelo técnico Oswaldo de Oliveira. A última vez que o camisa 9 balançou as redes foi contra o São Paulo, há mais de um mês.

LEIA TAMBÉM:
Enquete: Árbitro acertou em validar o gol de Gabriel, do Flamengo?
Flamengo 2×0 Joinville: assista aos gols da vitória rubro-negra
Padrão Fifa? Torcedores do Flamengo detonam gramado do Maracanã na web

Em entrevista coletiva, Oswaldo minimizou as críticas para cima do goleador, que vem jogando no sacrifício. Durante a semana, Guerrero afirmou que estava tomando infiltrações para poder jogar sem dores no tornozelo direito.

Ainda não conversei com ele depois do jogo, mas foi visível o esforço dele para manter o time pressionando o adversário. Ele se movimentou muito, apanhou para caramba. E no fim, senti que ele perdeu um pouquinho o rendimento, por isso o substituí”, explicou o treinador, que optou por Kayke em seu lugar. 

Se na primeira parte do jogo Guerrero não conseguiu criar muitas chances de gol, a partir do momento que começou a cair de rendimento, por não estar 100% recuperado, “as chances diminuiriam drasticamente”, avaliou Oswaldo.

“Eu estava torcendo pra ele (Guerrero) fazer o gol, mas senti que naquele momento as possibilidades foram diminuídas pelo esforço. A pressão ia crescer muito em cima dele. Foi atitude até nesse sentido, para resguardá-lo, sair íntegro do jogo e dar oportunidade ao Kayke, que também merece”, completou o técnico.

Com os três pontos conquistados nesse domingo, o Flamengo vai a 44 pontos e está a dois de distância para o São Paulo, hoje o quarto colocado na tabela. A próxima partida do Urubu é na quarta-feira, dia 14, contra o Figueirense, em Florianópolis. Nos próximo dias, Guerrero se apresentará à seleção peruana para jogar as primeiras duas partidas pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo da Rússia, em 2018.

Curtiu a matéria? Siga o autor no Twitter: @fontes_matheus.
Facebook: Matheus Martins Fontes.

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.