Lembra dele? Boliviano Arce não se firmou no Corinthians

Reprodução/YouTube

Quem não se lembra do ano de 2007, seja torcedor do Corinthians ou não? No ano da queda do Corinthians, o ataque era formado por Finazzi e Juan Carlos Arce, quem substituiu Éverton Santos. Isso mesmo, o boliviano Arce.

O atacante boliviano não continuou no clube em 2008 e passou pelo Sport Recife, em 2010.

Este jogador me faz lembrar de uma história diferente. No Pacaembu, no empate diante do Atlético Paranaense, por 2 a 2, ele entrou e deu o passe para o artilheiro Finazzi empatar o jogo nos acréscimos. Quando o vi entrar, pensei: “Ufa, vai entrar um motorzinho”. E o empate realmente veio, mas a minha impressão estava errada e o jogador que era muito veloz não vingou.

Neste jogo, o goleiro Felipe foi tentar o cabeceio que passou raspando a trave, foi uma partida dramática no Pacaembu, e uma das poucas boas lembranças que o boliviano traz à torcida alvinegra.

O jogador que fez 14 partidas pelo clube do Parque São Jorge fez apenas quatro gols na temporada em que o clube foi rebaixado à Série B do Brasileirão.

A temporada de 2007 do Corinthians foi uma das piores para a torcida, mas nessa o a queda foi inevitável. Três anos antes, o clube quase foi rebaixado no Campeonato Paulista.

Hoje no Bolivar, o atacante tem sete gols no Campeonato Boliviano. Na temporada passada ele fez três gols na Libertadores da América e 12 no campeonato nacional.

Perfil :

Juan Carlos Arce Justiniano

Nascimento: 04/10/1985

Nacionalidade: Santa Cruz de La Sierra – Bolívia

Altura: 1,76

Clubes: Oriente Petrolero-BOL (04-06), Corinthians (07), Al Arabi-CAT (08), Seongnam Ilhwa Chunma-COR (08) e Sport (desde 09) Oriente Petrolero (11/12) e Bolívar (12/15)

Crédito da foto: Reprodução/YouTube



Admirador do esporte, principalmente, do Futebol. Do Brasileiro, acompanho séries A, B e C.