Luan: de promessa a realidade no Grêmio

Lucas Uebel/Grêmio FBPA

O atacante Luan talvez seja o grande jogador revelado pelas categorias do Grêmio no século XXI. O jovem de 22 anos chegou ao clube em 2013, após se destacar na Copa São Paulo de Juniores pelo América-SP.

LEIA MAIS:
Marcelo Grohe: do Grêmio à seleção brasileira
Cinco motivos para o tocedor do Grêmio acreditar em reviravolta e no título do Brasileirão
Destaque do Grêmio foi ignorado pelo Inter e outros grandes brasileiros, diz agente

Pouco tempo depois de chegar a Porto Alegre, o paulista de São José do Rio Preto foi colocado no programa “Lapidar” para ganhar massa muscular já que era muito franzino.

“O Luan me ligava pedindo pra ir embora, porque só ficava na academia e não treinava com bola. Eu falava: ‘Paciência, menino, sua hora vai chegar’. Aí quando o empréstimo dele estava para vencer, ele entrou em um jogo do sub-20 que o Grêmio estava perdendo por 2 a 0, fez dois gols, deu um passe e o time virou. Daí pra frente as coisas começaram a acontecer pra ele”, disse Alex Rocha, primeiro técnico de Luan, em entrevista ao site da ESPN.

O curioso é que antes de integrar as categorias de base gremista, Luan foi desprezado por Internacional, São Paulo e Corinthians.

O jogador foi promovido ao elenco profissional em 2014, ano em que disputou 50 jogos, com oito gols e cinco assistências. Contudo, ganhou mais destaque na atual temporada. Até o momento fez 48 jogos com o Grêmio, marcou 15 gols e deu 10 assistências. Seus números dobraram e devem ser melhorados, faltando nove jogos para o final do Brasileirão.

A ótima temporada de Luan rendeu convocação à seleção brasileira olímpica. O jovem deve ser uma das grandes esperanças do Brasil em busca da inédita medalha de ouro nos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016.

Recentemente, o jornal espanhol AS colocou o atacante na mira do Real Madrid, e inclusive citou o apelido carinhoso dado pela torcida tricolor: Luanel Messi. Em julho, ele teve o contrato renovado até dezembro de 2018. O vínculo anterior iria até 2017.

O Grêmio é dono de 70% dos direitos econômicos do atleta. Luan é um garoto focado, avesso à polêmicas e batalhador. Se mantiver a postura daqui para a frente, muito provavelmente, se tornará um dos grandes ídolos da história do clube.

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)