Médico do Corinthians cita Pato como exemplo para não contratar Tevez

Corinthians
reprodução

Há duas semanas começou a se especular que o Corinthians estaria interessado em repatriar Carlitos Tevez. Neste domingo, Joaquim Grava, médico da equipe e que trabalhou com o argentino no Timão, falou sobre a possível chegada do atacante e não achou que esse é o melhor momento para falarem do jogador no Clube do Parque São Jorge.

LEIA MAIS
Andrés Sanchez sobre Tevez: “Não existe a menor possibilidade”

Grava participou do programa Mesa Redonda, da Gazeta, neste domingo e afirmou que esses rumores podem atrapalhar o andamento do time nessa reta final de Campeonato Brasileiro e comparou a possível chegada de Tevez a de Pato.

“Olha, eu acho que não seria o momento para surgir uma notícia dessas. O time está bem, liderando o Campeonato Brasileiro, e você vai começar a falar em contratar o Tevez? Nós tivemos um exemplo recente e todos viram no que deu. O time era campeão mundial, não era o momento de gastar o que gastou e trazer o Pato”, explicou.

Um dos motivos que Joaquim Grava cita para não trazer o jogador é as dividas que o Corinthians tem com alguns jogadores, e trazer Tevez seria falta de respeito com o elenco que briga pelo Brasileirão e afirmou que o argentino não deve chegar.

“O Corinthians deve para algumas pessoas, não é segredo para ninguém. Não dá para dever a atletas e ficar falando em trazer o Tevez”, explicou. “Pelo que conversei com o Tite, o Andrés, e o Emerson (Piovesan, diretor de finanças) na sexta, acho que não tem esse interesse”, completou.

Foto :Reprodução



Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.