Nascar: Harvick não dá chances aos rivais e vence em Dover

Kevin Harvick venceu na noite deste domingo (4) a AAA 400, 29ª etapa da Nascar Sprint Cup Series, disputada no oval de uma milha do Dover International Speedway, nos Estados Unidos. Com a vitória, o atual campeão conseguiu se garantir na sequência do Chase, a fase final da temporada. Kyle Busch ficou com a segunda colocação, enquanto Dale Earnhardt Jr. fechou o top-3.

LEIA MAIS:
Filhos de Lauda e Hunt serão companheiros de equipe na Euro Nascar

Precisando da vitória para seguir vivo na disputa pelo bicampeonato, Harvick teve um desempenho excepcional. O dono do carro número quatro assumiu a liderança da prova na 24ª volta e manteve a ponta por 355 das 400 voltas da prova, conquistando com tranquilidade sua primeira vitória na “Milha Monstro” de Dover.

A etapa definiu os primeiros eliminados da disputa pelo título da Nascar. A grande zebra foi Jimmie Johnson, que enfrentou problemas em seu carro e perdeu 36 voltas. Jimmie McMurray foi outro eliminado, mesmo terminando com o mesmo número de pontos de Dale Jr., que levou vantagem nos critérios de desempate. Paul Menard e Clint Bowyer também foram desclassificados.

A Nascar terá prosseguimento já no próximo final de semana, com a realização da Bank of America 500, que será disputada no oval de 1,5 milhas do Charlotte Motor Speedway. Os 12 pilotos classificados terão os pontos igualados e partem para uma nova sequência de três corridas (Kansas e Talladega) que eliminarão mais quatro pilotos.

A corrida

A prova foi iniciada com Kenseth assumindo a liderança, seguido por Logano e Hamlin, que largou da pole position e caiu para a terceira posição. A primeira bandeira amarela foi acionada logo na terceira volta, quando Jeb Burton foi tocado por Josh Wise e bateu. A relargada foi autorizada na sétima passagem com o dono do carro número 20 mantendo a ponta.

Quem apareceu muito rápido a partir da 19ª volta foi Harvick, que assumiu a terceira posição ao ultrapassar Johnson, e cinco voltas depois assumiu a liderança. A corrida contou com nova bandeira amarela na 41ª volta, esta de competição, por conta dos poucos treinos realizados em decorrência da chuva em Dover na sexta-feira.

As paradas nos boxes provocaram punições para Denny Hamlin e Jimmie Johnson, que excederam o limite de velocidade no pit lane. A bandeira verde veio na 46ª passagem e Harvick manteve a ponta, e viu Kyle Busch aparecer na corrida, assumindo a segunda colocação no 56º giro, ao superar Joey Logano.

Johnson viu sua classificação ficar muito ameaçada na 104ª volta, quando um problema no eixo traseiro de seu Chevrolet o obrigou a visitar os boxes e perder muitas voltas. O Safety Car precisou visitar a pista na 113ª passagem, por conta de detritos na curva um. Os líderes foram aos boxes e mais uma vez Harvick manteve a ponta.

A corrida foi retomada no 118º giro e Casey Mears quase provocou um acidente com vários carros, ao perder a traseira de seu carro. Dale Jr. foi penalizado por uma falha em seu pit-stop e caiu para a parte final do pelotão, que seguia com Harvick na ponta sem sofrer qualquer ameaça. No fim do pelotão, Johnson voltou para a pista.

Em uma longa sequência de bandeira verde, Clint Bowyer, então oitavo colocado, optou por ir aos boxes na 177ª passagem, mas acabou surpreendido por uma bandeira amarela na 192ª volta, acionada após um acidente com Jeb Burton. Em nova rodada de paradas, Harvick manteve mais uma vez a liderança da corrida, enquanto Kurt Busch e Edwards se tocaram.

A prova seria retomada na 204ª passagem, mas um fato inusitado impediu o recomeço da prova: um pato apareceu na pista. A bandeira verde só veio dois giros mais tarde com os irmãos Busch se tocando na disputa pela segunda divisão, com Kyle levando a melhor sobre Kurt. A prova seguiu até em bandeira verde até a 237ª volta, quando o Safety Car foi à pista por conta de detritos.

Depois de muito tempo na primeira colocação, Harvick viu Kyle Busch, Kasey Kahne e Martin Truex Jr. o superarem nos boxes, ao apostar na troca de apenas dois pneus. A relargada veio na 237ª volta e o dono do carro número 18 conseguiu impor uma pequena vantagem sobre os concorrentes, enquanto Harvick assumiu a segunda posição três giros mais tarde.

O atual campeão retomou a liderança da corrida na 248ª volta, ao superar Kyle Busch, que viu um pedaço de plástico aparecer na entrada de ar de seu carro. Um pouco mais atrás, Kurt Busch assumiu a terceira posição ao passar por Truex Jr.. A bandeira amarela foi acionada pela sexta vez na prova na 312ª passagem, desta vez com A. J. Allmendinger, que rodou na entrada dos boxes.

Após nova rodada de paradas nos boxes, Harvick retornou na liderança, mas recebeu a ordem de seu estrategista para economizar o máximo possível de combustível, uma vez que a prova foi retomada restando 84 voltas para o final, enquanto a janela de combustível previa um máximo de 80 giros com um tanque. Kyle Busch ganhou a segunda posição na 346ª volta, ao superar Logano.

A economia de combustível deixou de ser um problema para os líderes quando Brett Mofitt forçou mais uma bandeira amarela. Matt Kenseth optou por não ir aos boxes, enquanto Harvick e Kyle Larson optaram por trocar apenas dois pneus. A relargada foi autorizada restando 42 voltas para o final, com o atual campeão atropelando o dono do carro número 20.

Outra vez o Safety Car precisou ir à pista, desta vez por um acidente com Landon Cassil. Alguns pilotos, como Brad Keselowski, foram aos boxes para nova troca de pneus. A relargada veio com 24 passagens para o final, com Harvick mantendo a ponta. Kyle Busch superou Larson e assumiu a segunda posição no giro seguinte.

Com quatro pneus novos contra apenas dois de Harvick, o que se esperava era que Kyle Busch se aproximasse do piloto do carro número quatro, mas isso não aconteceu e o atual campeão pode comemorar a vitória e a classificação para a próxima fase do Chase. Coube ao “Buschinho” ficar na segunda posição, enquanto Dale Earnhardt Jr. se garantiu na sequência da fase final com o terceiro lugar.

Foto: Jeff Curry/Getty Images



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.