“Neymar precisa jogar, não liderar”, diz Cafu

Reprodução/Facebook

Capitão da última seleção brasileira a conquistar um título de Copa do Mundo, em 2002, o ex-lateral-direito Cafu não está feliz com a escolha de Neymar para o posto de líder do time dentro de campo. Em entrevista à revista “Four Four Two”, o ex-camisa 2 opinou sobre o assunto.

LEIA MAIS:
Jogo da seleção cancela horário político desta quinta-feira
CBF lança campanha para reaproximar a seleção do público e é cornetada em rede social

 

“Ele é o maior ícone do futebol brasileiro em 10 anos, mas, agora, ele precisa jogar, não liderar”, falou Cafu, que está no Chile com a seleção – ele será auxiliar-técnico pontual -, sobre Neymar. “Sou contra Neymar ser capitão Brasil. Não tem perfil de um líder. Temos que tirar a responsabilidade de cima dele e deixá-lo se divertir em campo”, completou.

De acordo com Cafu, os zagueiros Miranda e David Luiz “têm perfis melhores para capitão”.

Desde que Dunga voltou a ser técnico da seleção brasileira, após o Mundial de 2014, Neymar se tornou o capitão. Com Luiz Felipe Scolari, técnico anterior, o dono da braçadeira era o zagueiro Thiago Silva.

Na ausência de Neymar nas últimas partidas, o zagueiro Miranda é quem tem assumido a função de liderar a equipe dentro de campo. David Luiz, por sua vez, era a segunda opção de Scolari para as ausências de Thiago Silva.

Nesta quinta-feira (8), o Brasil estreia nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014, que acontecerá na Rússia. Às 20h30, o time enfrenta o Chile, em Santiago, pela primeira rodada do torneio sul-americano. Neymar está suspenso e desfalca a equipe neste jogo e no confronto contra a Venezuela, terça-feira (13), em Fortaleza, às 22h, pela segunda rodada das Eliminatórias.

Crédito da foto: Reprodução/Facebook



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.