Novo treinador do SP, Doriva tem retrospecto negativo contra o Santos

Doriva foi contratado nesta quarta-feira e é o novo técnico do São Paulo. Ele deixou a Ponte Preta e substitui Juan Carlos Osorio no comando do time da capital. Muitos apontam que o retrospecto do treinador contra o Santos, futuro adversário do São Paulo na semifinal da Copa do Brasil, pesou na contratação. Se esse foi o caso, é um acerto discutível.

Doriva, como treinador, encarou o Santos por cinco vezes. E mais perdeu do que ganhou.

Pelo Ituano, enfrentou o Santos por três vezes em 2014. Perdeu dois jogos: 1 a 0 em Itu, na primeira fase do Paulista, e 1 a 0 na final do torneio, jogo de volta, no Pacaembu (venceu nos pênaltis).

Conseguiu um triunfo apenas: na primeira partida da final – também 1 a 0, também no Pacaembu.

Depois, encarou o Santos como treinador do Atlético-PR no Brasileiro de 2014. Na Vila Belmiro, perdeu por 2 a 0.

Voltou a vencer apenas neste ano, já como treinador da Ponte Preta: 3 a 1 no Moisés Lucarelli.



Jornalista esportivo.