Opinião: Edílson é a ovelha negra no forte Corinthians

Torcida do Corinthians invade rede social de Edílson e pede: Fica, a Fiel te ama!
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

O Corinthians faz grande campanha no Campeonato Brasileiro. É o líder com méritos e tudo indica que vai faturar o sexto título brasileiro. A principal característica da equipe é o forte conjunto. No entanto, um jogador tem tirado do sério os torcedores corintianos: o lateral-direito Edílson.

LEIA MAIS:
Tite explica por que provocou a torcida da Ponte após o gol do Corinthians
Rodriguinho vibra com o gol de empate contra a Ponte: “foi o mais importante que eu já fiz”

O ex-botafoguense chegou ao Timão em janeiro deste ano para ser reserva de Fagner. Até o momento, disputou 23 partidas, 12 delas pelo Brasileirão. O camisa 33 destoa dos demais companheiros. É a ovelha negra no elenco.

No returno, por exemplo, o lateral teve atuação comprometedora em três jogos. Contra o Grêmio, ele substituiu o suspenso Fagner e vacilou feio ao afastar mal a bola no lance que acabou originando o gol gremista. Por sorte, Renato Augusto empatou a partida e evitou prejuízo maior em Itaquera.

Duas rodadas depois, contra o Inter, no Beira-Rio, Edílson ocupou a vaga do lesionado Uendel nos primeiros minutos de partida. Acabou sendo improvisado na lateral-esquerda. No final do jogo, ele levou drible desconcertante do zagueiro Paulão, que sem a marcação devida, cruzou para Valdívia dar a vitória ao colorado.

Há uma semana, contra o Figueirense, Fagner sofreu lesão muscular e ficará por até um mês afastado dos gramados. Na primeira partida sem o seu jogador mais regular na temporada, o Timão penou no empate em 2 a 2 contra a Ponte Preta. Efetivado como titular, Edílson voltou a ter exibição ruim. Segundo o Footstats, o corintiano foi o líder em passes errados (9). A Macaca aproveitou uma saída de bola errada e o pouco empenho do atleta na marcação para empatar a partida com Elton.

O Timão só volta a campo daqui a 10 dias, contra o Goiás, em Itaquera. O torcedor torce para que até lá Fagner supere as expectativas na recuperação e tenha o retorno antecipado. Uma outra alternativa seria o uso do jovem lateral Samuel, de apenas 17 anos, que contra a Ponte Preta foi relacionado pela primeira vez como profissional. Contudo, conhecendo o cuidado que Tite tem com os jovens oriundos das categorias de base, Samuel, dificilmente, será testado.

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)