Opinião: Expectativas para o São Paulo após a chegada de Doriva

Credito da foto: Divulgacao / Site oficial do Sao Paulo.

Na tarde desta quarta-feira, o São Paulo acertou com seu novo treinador, Doriva, ex-Ponte Preta. O técnico chega um dia após a demissão de Osorio, que assumiu a seleção mexicana.

LEIA MAIS

Doriva é o novo técnico do São Paulo

Com sua chegada, a expectativa é que o time melhore na parte técnica, não que esteja mal, mas um novo treinador dá “novos ares” ao ambiente de um elenco, sobretudo no Brasil onde a seguida troca de técnicos é frequente.

O atual desmanche na diretoria são-paulina será a maior dificuldade de Doriva, já que ele não terá respaldo necessário no clube. Os desfalques são sempre a dor de cabeça dos treinadores. Será uma tarefa difícil tornar o time regular nos jogos restantes do ano, já que a irregularidade é marca registrada da equipe paulista nesta temporada.

Apesar das inúmeras dificuldades, o comandante tem como “talismã” a boa fase na carreira. Mesmo com a má campanha com o quase rebaixado Vasco no segundo semestre, Doriva foi bem sob o comando do cruzmaltino. Faturou o campeonato carioca, além do histórico título do Paulistão com o Ituano em 2014, onde ganhou status de bom treinador pela mídia esportiva.

Deve se levar em conta também que Doriva tem história no Tricolor. Foi revelado nas categorias de base do clube e ganhou títulos de expressão, como o Brasileiro de 1991 e o Mundial de 1993.

Com o histórico (antigo e atual) favorável, o treinador tem tudo para dar certo no São Paulo, porém, a curto prazo e com a crise política instalada no Morumbi, não se pode esperar muito só da comissão técnica e jogadores.

Nesse momento conturbado que vive o clube, “o que vier é lucro”.

Doriva já estará presente no treino desta quinta-feira, no CT da Barra Funda.

 

 

Crédito da foto: Divulgação / Site oficial do São Paulo.