Opinião: Santos volta ao G4 do Brasileirão após 1806 dias

(Foto: Reprodução/Facebook)

O Santos fez um grande jogo contra o Fluminense, não tomou conta do adversário e garantiu mais uma vitória na competição. Com a goleada sofrida pelo Palmeiras contra a Chapecoense por 5 a 1, o Peixe entrou no G4 após intermináveis 1806 dias.

LEIA MAIS:
Após vitória contra o Flu, Santos aumenta para 49,8% de ficar no G-4
Brasileirão: confira como está a classificação do segundo turno, que tem novo líder

E o responsável pelo fim dessa seca em relação ao G4 só tem um e se chama Dorival Júnior, um técnico que nasceu para treinar o Santos Futebol Clube. Ele tirou o Santos da zona do rebaixamento para entrar no grupo dos quatro primeiros. Além disso, a equipe mostra o futebol mais vistoso do Brasil, e o clube ainda está muito vivo na Copa do Brasil.

Para curiosidade para o torcedor santista. A última vez que o Santos esteve no G4 foi na 31ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2010, no dia 24 de outubro daquele ano.

Que o Santos possa se consolidar no G4 e consiga garantir a vaga na Libertadores pelo Campeonato Brasileiro e também consiga o título da Copa do Brasil. Seria um pecado um time que apresenta um futebol tão gostoso de ver fora da principal competição do continente de 2016.

Nesse país que desvaloriza tanto a classe de técnicos de futebol, os treinadores como Dorival no Santos e Tite no Corinthians, mereciam contratos “eternos” com seus clubes. Nasceram para treinar tanto um clube como o outro.

Crédito da foto: Reprodução/Facebook



Estudante de Jornalismo. Setorista no Torcedores.com do Santos e Botafogo.