Opinião: Tem explicação a derrota do Palmeiras?

Você pode até perguntar para o Papa que ele não saberia justificar o motivo da derrota. Talvez erros de treinamento; escalação; uma feijoada; uma folguinha a mais ou simplesmente pela determinação e garra dos jogadores do time adversário. Sim, a Chapecoense teve seus méritos.

Não sou técnico de futebol, não treino nenhum time e muito menos vou com a cara do Amaral, mas sei que ele não tem a mínima condição de atuar com a camisa do Palmeiras. Mas, não vou crucificar o cara. Ele não tem culpa de ter sido contratado. O contratante que tem. Se o time perdeu ontem, foi pela falta de competência e comprometimento de todos os palmeirenses.

A grande mídia caracteriza o episódio como mais um vexame na história do Campeonato Brasileiro para variar. Os torcedores adversários seguem com a zoeira sem limites. Um dia da caça outro do caçador, já dizia esse velho ditado popular.

Uma coisa é fatual: o jogo foi ganho na base da bola. Não sou hipócrita para falar que um clube como o Palmeiras pode perder de 5 a 1 para a Chapecoense. Pela grandeza do clube é evidente que fica feio, mas também não podemos nos esquecer de aplaudir quando o adversário for melhor.

Paralelamente a isso, temos outro ponto a ser pensado: se não fossem as vaciladas qual graça teria o futebol? Ontem foi a vez do Palmeiras sofrer. Em breve será a vez de: Corinthians, São Paulo, Santos e por aí vai…

É hora de virar a página e correr nos próximos 90 minutos o que não se correu ontem à noite no sul do País.

Credito Foto: Reprodução / Chapecoense F.C



Caique Cobra é um jovem recém-formado em jornalismo pela FIAM FAAM que almeja atuar em uma grande empresa voltada ao mundo esportivo. Ele não esconde sua paixão em produzir conteúdo, principalmente, em seu blog pessoal. Seus textos são embasados por dentro de: análises, críticas e opiniões com um olhar meramente desmistificado.