Petkovic sobre tratamento dos técnicos estrangeiros no Brasil: “Mesma coisa”

Crédito da foto: Reprodução/Bandsports

O ex-meia sérvio Dejan Petkovic, recém dispensado pelo Criciúma do cargo de técnico, foi o convidado da noite desta segunda-feira (5) do programa Baita Amigos, do Bandsports. Questionado pelo apresentador e comentarista Neto se ele enxerga diferença no tratamento de treinadores brasileiros e estrangeiros pelos dirigentes, o ex-comandante do Tigre disse que não vê discriminação por parte dos cartolas locais.

LEIA MAIS
Petkovic e diretores são demitidos do Cricíúma
Neto diz que ex-jogador do Palmeiras seria 1 milhão de vezes melhor do que Neymar
Neto recebe ofensas de pontepretanos e “agradece” no Facebook: “Fico emocionado”
Jogo do Corinthians rende grande audiência no domingo
Renata Fan provoca Denilson após Palmeiras ser goleado

“Não sei porque o brasileiro está trocando tanto de técnico desse jeito. Não vejo diferença (dos estrangeiros para os brasileiros). Na seleção brasileira, aí sim acho que é difícil engolir e aceitar o técnico. Mas nos clubes de forma alguma são tratados de forma diferente, não há discriminação”, opinou Pet sobre a dança das cadeiras no cargo, porém acredita que os dirigentes e os torcedores achariam inadmissível um técnico de fora do Brasil na seleção brasileira.

Petkovic ficou três meses e meio no Criciúma e chegou a permanecer 12 jogos invicto no clube catarinense, mas entregará para o substituto com o time na 15º colocação da Série B do Campeonato Brasileiro, com 36 pontos (dez acima da zona de rebaixamento e 12 abaixo do G-4).

Crédito da foto: Reprodução/Bandsports



Jornalista desde 2012, com passagens pelos jornais ABCD Maior e Diário do Grande ABC, além do canal NET Cidade. Atualmente como repórter colaborador no site Torcedores.com.