Portuguesa perde e vê classificação complicada

Nesta quarta-feira a Portuguesa de Desportos foi até o Serra Dourada enfrentar a equipe do Vila Nova pelas quartas de final do Campeonato Brasileiro Série C. Jogo crucial para ambas equipes que desejam voltar a subir para a Série B do Brasileirão.

LEIA MAIS: VÍDEO: Jogador dá entrada criminosa e árbitro dá apenas amarelo em jogo da Série C

Segundo o regulamento do campeonato os classificados à semifinal do Brasileirão Série C, tem vaga garantida para a Série B, vaga que é o maior desejo da Lusa para esta temporada.

Já o Vila Nova que contava com a força de sua torcida para poder pressionar a Portuguesa conseguiu, que aos gritos dos mais de 23 mil que estavam nas arquibancadas, empurrou o Tigrão que conseguiu pressionar a Lusa e deu um grande passo para a classificação após vencer pelo placar de 1 a 0. Gol de Ramires.

Agora, com a vantagem o Vila Nova joga pelo empate ou até mesmo uma derrota por um gol de diferença, desde que balance as redes. A Lusa, por sua vez, precisará vencer por dois de diferença para avançar diretamente ou vencer pelo placar mínimo para levar a partida aos pênaltis. O jogo que decidirá a vida da Portuguesa na temporada será no dia 17 de outubro, às 19h00 no Canindé.

O jogo teve muito equilíbrio no seu início e as dimensões do Serra Dourada atrapalharam ambas as equipes que erraram muitos passes no primeiro tempo, as grandes chances vieram sempre por bolas alçadas na área.

O jogador mais perigoso do time da casa, subiu livre para cabecear por duas vezes, mas Frontini não conseguiu balançar as redes. Começando a ter as melhores oportunidades do jogo, Frontini, ainda desviou um cruzamento de letra para marcar seu gol, mas foi evitado por Anderson Luiz que tirou a bola quase em cima da linha do gol da Lusa.

A Portuguesa ciente da importância do gol fora de casa, não ficou só na defesa e assustava o Tigrão algumas vezes. A melhor chance, veio ainda no primeiro tempo, quando Julinho conseguiu bom cruzamento da esquerda para Guilherme Queiroz, que ficou sozinho para marcar, mas parou no travessão da equipe goiana.

No segundo tempo com o placar ainda em 0 a 0, a equipe comandada pelo técnico Estevam Soares voltou melhor e aos 12’, Hugo recebeu passe bom de Paulinho, mas ao cabecear, mandou por cima do gol.

Com a ajuda de sua torcida o Vila Nova inflamou na partida e conseguiu dar equilíbrio maior a partida. E aos 23’ Francesco acertou um chute forte de longe, mas o goleiro Anderson fez bela defesa, espalmando para escanteio. Na cobrança Ramires aproveitou o desvio e apareceu livre para colocar para o fundo das redes.

Com o gol o jogo ficou mais animado e a Lusa se lançou mais ao ataque em busca do empate e já nos acréscimos, Diego Gonçalves teve a chance da Portuguesa para empatar a partida, mas ao tentar marcar, a bola carimbou o travessão, mantendo a vitória do Vila Nova.

FICHA TÉCNICA
Campeonato Brasileiro – Série C
07/10/2015 – 20h30
Estádio Serra Dourada (Goiânia/GO)

VILA NOVA: Edson, Vitor,  Vinicius Simon (Bruno Lopes (Zotte)) e Gustavo Lopes; Marcelo, Francesco, Robston, Ramires e Marinho Donizete; Moisés (Sandrinho) e Frontini. TÉCNICO: Márcio Fernandes

PORTUGUESA: Anderson, Jonathan, Anderson Luiz, Luan Peres e Julinho; Renan, Milton Jr (Diego Gonçalves), Victor Bolt (Boquita) e Paulinho; Guilherme Queiroz e Hugo (Dieguinho). TÉCNICO: Estevam Soares

GOL: Ramires 24min/2T

ÁRBITRO: Ricardo Marques Ribeiro (FIFA-MG)
AUXILIARES: Pablo Almeida da Costa (MG) / Sidmar dos Santos (MG)

CARTÃO AMARELO: Luan Peres, Victor Bolt (P); Bruno Lopes, Marinho Donizete e Robston (V)

PÚBLICO TOTAL: 23.122 pessoas
RENDA: R$ 203.440,00

Foto: Reprodução/ Site da Associação Portuguesa de Desportos



Sou um blogueiro/Colunista do PSArsenal fanático pelos Gunners (Arsenal FC). Apesar de novo e sem experiencias jornalisticas, busco o bom vocabulário para apresentar meus conhecimentos do mundo da bola.