Presidente do Atlético-MG comenta sobre reforços e possibilidade de Ronaldinho voltar

Daniel Nepomuceno, presidente do Atlético-MG
Crédito da foto: Divulgação/Atlético-MG

O Atlético-MG já começa a esboçar o planejamento para a temporada 2016. O presidente Daniel Nepomuceno concedeu uma entrevista exclusiva para a Rádio 98 FM nesta terça-feira (6) e adiantou parte do trabalho que deverá ser feito dentro do futebol do Galo. Na pauta, reforços para fortalecer ainda mais o atual elenco.

LEIA MAIS
Presidente do Atlético-MG sobre renovação de Levir: “Ele sabe do nosso desejo de mantê-lo”
Mercado da bola: Atacante comparado a ‘Sérgio Agüero’ entra na mira do Atlético-MG
Opinião: Pratto pode não estar tão goleador no Atlético-MG, mas sua função tática é exemplar

Segundo ele, o grupo já é forte, então a chegada de novos jogadores seriam apenas pontuais. “A gente precisa de três reforços para o ano que vem. Quando eu assumi o Atlético no ano passado, eu falei que a gente queria dois ou três, mas acabou que contratamos mais”, disse Nepomuceno.

“Nós temos um elenco que o contrato em vigência menor é de 2018. Temos alguns jogadores para renovar, mas a base do time está assegurada. Não paramos de avaliar em nenhum momento os jogadores da América do Sul, as promessas do Brasil, o que a gente tem que fazer é errar menos. Contratar jogadores para disputar vaga e segurar por mais tempo. Perdemos alguns jogadores importantes, mas mantivemos o grupo”, emendou o mandatário atleticano.

O dirigente também falou sobre Ronaldinho Gaúcho, mas encerrou qualquer possibilidade que o torcedor depositava de ele voltar à Cidade do Galo.

“Cria-se uma expectativa quando o assunto é Ronaldinho. Ele realmente ama o Atlético-MG. No vestiário depois da partida contra o Fluminense, ele nos recebeu muito bem, brincou conosco. Mas o planejamento que a gente está fazendo é outro, o nosso trabalho é muito voltado para os reforços pontuais, em um trabalho com o técnico e com o Maluf. E quem dera se a gente pudesse contar com as pessoas que a gente gosta, com os nossos ídolos. Mas o momento é outro”, explicou.

Sobre o interesse em Sánchez, do River Plate (ARG), e Sergio Díaz, do Cerro Porteño (PAR), Nepomuceno despistou: “Sempre e nada ao mesmo tempo.”

Crédito da foto: Divulgação/CAM



Jornalista desde 2012, com passagens pelos jornais ABCD Maior e Diário do Grande ABC, além do canal NET Cidade. Atualmente como repórter colaborador no site Torcedores.com.