Talismã do Vasco, Rafael Silva pode voltar a campo só em 2016

Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Carrasco do Flamengo na Copa do Brasil, o atacante Rafael Silva ainda não conquistou a titularidade no Vasco, mas é considerado um “reserva de luxo” do time de Jorginho. No entanto, o técnico pode ganhar uma dor de cabeça nos próximos dias.

LEIA MAIS:
Jorginho lamenta erros de arbitragem no empate do Vasco com Avaí
Brasileirão: Relembre cinco goleadas inusitadas nos últimos 10 anos

Suspenso por quatro jogos pela expulsão contra o Atlético-MG, pela 23ª rodada, em setembro, Rafael Silva atuou nas últimas partidas graças ao efeito suspensivo. No entanto, o atacante que entrou no segundo tempo contra o Avaí levou mais um cartão vermelho.

Contra o Avaí, Rafael Silva entrou em campo aos 16min do segundo tempo, no lugar de Jorge Henrique. Ele ficou pouco mais de 20 minutos em campo, visto que aos 38 usou o braço para deslocar Romário.

O árbitro Luis Teixeira Rocha alegou que expulsou os dois jogadores por “conduta violenta ao atingir com o braço na altura do rosto de seu adversário”. A punição prevista é de seis jogos.

O julgamento pelo STJD ainda não foi realizado, mas como Rafael Silva tem a outra suspensão para cumprir e por isso é reincidente existe a chance de o jogador voltar apenas em 2016, visto que faltam apenas nove jogos para o término do Brasileirão e o próximo – contra Chapecoense – ele já perde pela suspensão automática.

Vasco é o time com maior número de expulsões no Brasileirão. Além de Rafael Silva, já levaram cartão vermelho Jordi, Gilberto, Christiano, Jhon Cley, Guiñazu, Jorge Henrique, Rodrigo e Júlio dos Santos.

(Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)