Técnico do Flamengo em 2001, Zagallo continua “antenado” mesmo aposentado

Quando Petkovic acertou o ângulo de Elton na final do Campeonato Carioca de 2001, a torcida do Flamengo entrava em êxtase no Maracanã e em todas as partes do Brasil. Afinal significava vencer o maior rival, o Vasco, e emplacar a tríplice coroa no Estadual. Enquanto todos corriam para abraçar o camisa 10, do banco Mário Jorge Lobo Zagallo tentava desesperadamente avisá-los que ainda tinha tempo em jogo. Para o técnico, a ordem sempre foi e continua sendo ficar “antenado” a tudo.

LEIA TAMBÉM:
De titular do Flamengo em 2001, Alessandro virou cartola no Corinthians
Tri pelo Flamengo 2001, Juan ainda joga na elite do Brasil
Capitão do tri do Flamengo em 2001, Beto hoje ajuda mulher a administrar buffet

Catorze anos depois do tricampeonato pelo Flamengo, Zagallo ainda respira futebol, mas do sofá de casa. Aposentado, o Velho Lobo, aos 84 anos, leva uma vida normal: frequenta academia, vai ao cinema e teatro, joga bocha com os amigos e tênis no seu condomínio… mas o futebol? Onde fica nisso? Ora, da sala!

O Velho Lobo gasta boa parte do tempo livre acompanhando programas esportivos, além de ficar atualizado do Campeonato Brasileiro e também das ligas europeias. Tudo para que esteja preparado caso alguém deseje novamente contar com seus serviços.

Em julho, o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, chegou a convidar o tetracampeão mundial para o cargo de consultor da seleção brasileira, em contribuição ao trabalho do técnico Dunga e do auxiliar Gilmar Rinaldi.

Será que teremos, em breve, a frase de 13 letras: “Zagallo voltou”?

Curtiu a matéria? Siga o autor no Twitter: @fontes_matheus.
Facebook: Matheus Martins Fontes.

Foto da capa: Reprodução/SporTV



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.