Valdívia e o videogame: reveja cinco gols do meia que caberiam no PlayStation

Sincero e irreverente, como de costume, Valdívia não ficou em cima do muro ao definir o seu gol na goleada do Inter por 6×0 diante do Vasco, no dia 2 de setembro no Beira-Rio, pelo Brasileirão. O chute de três dedos que foi morrer no ângulo do jovem arqueiro Jordi foi um “gol de videogame” nas palavras do camisa 29 do Inter.

MAIS INTER:

Mercado da Bola: Três nomes ganharam força no Inter nesta terça-feira; confira 

Por “jornalismo do bem”, Inter quer montar sua própria rádio FM com 24h ao vivo

Os mais desavisados, com justiça, podem estar se perguntando do que se trata o tal gol de videogame. Bom, Valdívia mesmo explica. “É o gol mentiroso. É o gol que ninguém espera que vai acontecer e sai. Ainda mais quando está 0x0. No videogame quando você toma um gol igual esse que eu fiz contra o Vasco, você fica louco”.

Pois bem. Com 18 gols na temporada, Valdívia é o artilheiro absoluto do Inter em 2015. Balançou as redes em todas as competições que disputou no ano. Como se o leitor estivesse com o joystick na mão, focado na sua partida do Fifa ou do PES, selecionamos cinco gols reais do PokoPika que, certamente, todos os jogadores virtuais se imaginam fazendo.

Inter 3×1 Atlético-MG – Libertadores

Essa é clássica no PlayStation. Você lança em velocidade para o seu atacante, espera o goleiro sair ou ficar pelo meio do caminho e manda por cobertura. Lindo, lindo. Pois é. Foi assim que Valdívia, na vida real, fez para vencer o goleiro Victor e abrir o placar para o Inter na vitória por 3×1 sobre o Galo na partida de volta das oitavas da Libertadores. Reveja:

 

Inter 1×0 Santos – Brasileirão

Um pouco mais de dificuldade para desafiar os amantes do videogame, mas possível de se fazer. Falta lateral, muita gente na área, pouco ângulo e alguns adversários na barreira. No mundo virtual, só com muito treino, capricho e sorte. Em campo, de meião e chuteiras, pergunte ao Valdívia.

 

Inter 3×1 Brasil-PEL – Gauchão

R2 + Quadrado = gaveta. No caso, não precisou muita força e nem foi no ângulo, mas bastou para sair do alcance do goleiro em uma linda curva da bola até se chocar com a parte interna da trave. Dessa forma, Valdívia ajudou o Inter a despachar o Brasil de Pelotas e garantir vaga na decisão estadual de 2015.

 

Atlético-MG 2×2 Inter – Libertadores

Para não dizerem que o Mágico só faz gol no Beira-Rio… Na partida de ida das oitavas da Libertadores, Valdívia mostrou inteligência e posicionamento para dar o último toque, de cabeça, em uma linda jogada ensaiada. No PlayStation, normalmente essa falta vira um passe curto. Mas, para quem se arrisca a tentar um lance diferente, aí está um bom exemplo.

 

Inter 2×1 Grêmio – Gauchão

Aula de contra-golpe. Esse é para você se espelhar quando o seu time estiver tomando sufoco e necessite sair com velocidade para dar a resposta. Nilmar, inteligente, aproveitou o vacilo de Fellipe Bastos e imprimiu alta velocidade até rolar para Valdívia sacramentar o título gaúcho ao Inter.

Crédito da foto: Alexandre Lops/Inter/Oficial.



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.