Mercado da Bola: 14 opções de zagueiros para seu time se reforçar em 2016

Alex
Foto: Divulgação/Site Oficial do Milan

O torcedor de várias equipes brasileiras tem reclamado de seus zagueiros durante esse segundo semestre, tanto no Campeonato Brasileiro, como na Copa do Brasil. Muitos dos gols tiveram origem em falhas individuais dos defensores, ou ainda do próprio sistema defensivo, como o problema das bolas aéreas. Por isso, o Torcedores.com fez uma lista mostrando algumas opções de mercado.

LEIA MAIS:
Mercado da bola: Veja brasileiros que atuam na Europa e poderiam ser repatriados
Mercado da bola: Confira quem pode sair e chegar no Flamengo em 2016
Cartola fala sobre possível troca entre Flamengo e Corinthians

Constantemente ouvimos que um time foi derrotado por falha na marcação dentro da área, ou por falha individual de algum defensor, ou mesmo de posicionamento. E para ajudar as diretorias dos clubes brasileiros, o Torcedores.com listou 14 zagueiros que poderiam ser contratados para ajudar a melhorar o sistema defensivo do seu clube na próxima temporada.

VEJA AS OPÇÕES DE ZAGUEIROS NO MERCADO DA BOLA:

1 – Alex (Milan):

O ex zagueiro do Santos e Chelsea foi contratado pelo Milan na última temporada, mas não se firmou na equipe italiana. A imprensa já noticiou que o zagueira teria interesse em retornar ao Brasil. Alex, de 33 anos, tem vínculo com o Milan até o fim do ano que vem.

2 – Anderson Martins (Al-Jaish):

O zagueiro revelado pelo Vitória-BA teve grande destaque no cenário nacional atuando pelo Vasco da Gama. Após um belo campeonato brasileiro, Anderson se transferiu para o Al-Jaish, do Qatar. Em 2014 foi emprestado ao Corinthians, mas após o Al-Jaish sofrer punição da FIFA, impedindo novas contratações, Anderson foi obrigado a retornar ao Oriente Médio por força de uma cláusula contratual. Com uma boa proposta, Anderson pode retornar ao Brasil.

3 – Réver (Internacional):

O zagueiro de 30 anos chegou no início do ano ao Internacional e assinou contrato de três anos. Rever era a grande esperança da zaga colorada para disputa da Libertadores desse ano, mas uma série de contusões o afastaram do time. O defensor voltou a ter oportunidade com Argel, só que Juan, contundido, e Rodrigo Moledo, que retornou recententemente ao colorado, devem brigar pela titularidade no próximo ano. A equipe ficaria com muitas opções para posição e Réver, que tem um dos salários mais altos, poderia ser liberado.

4 – Dedé (Cruzeiro):

O zagueiro teve seu auge atuando pela equipe do Vasco da Gama, antes de se transferir para o Cruzeiro. Pelo time mineiro, Dedé conquistou títulos importantes, mas nunca conseguiu manter a regularidade da época em que atuava pelo cruzmaltino. O defensor teve uma contusão grave em 2015, o que pode facilitar uma transferência para próxima temporada.

5 – Henrique (Napoli):

O zagueiro trocou o Palmeiras pelo Napoli em 2014. O valor da negociação foi de 4 milhões de euros, equivalente a pouco mais de R$ 13 milhões. O retorno de Henrique ao Brasil já foi especulado algumas vezes em 2015. Com 28 anos e passagem pela seleção brasileira, o defensor pode ser uma boa contratação para próxima temporada.

6 – Fred (Goiás):

Apesar de já ser rodado no futebol brasileiro, Fred vem chamando atenção nesse brasileiro atuando pelo Goiás. O zagueiro de 29 anos também vem mostrando habilidade e precisão nas bolas paradas, e pode ser uma boa aposta para grandes times.

7 – Luan (Vasco):

Formado nas categorias de base do Vasco, o jovem atleta se tornou rapidamente titular da equipe. Na partida contra o Cruzeiro, pelo Brasileirão, completou 100 jogos com a camisa cruzmaltina. Luan tem grandes chances de disputar a próxima Olimpíadas. A crise financeira em São Januário pode facilitar a liberação do atleta, que seria uma boa aposta para o presente e futuro.

8 – Pedro Geromel (Grêmio):

Emprestado pelo Colônia, da Alemanha, Geromel voltou a atuar no Brasil depois de quase 10 anos de Europa. Desde 2014, alguns clubes monitoraram a situação do zagueiro.

9 – Danilo (Udinese):

O zagueiro é titular da Udinese e uma volta ao Brasil não seria fácil. Com 31 anos, o zagueiro poderia ser um bom investimento para reforçar bem o setor defensivo de uma equipe brasileira.

10 – Naldo (Wolfsburg):

O zagueiro, de 33 anos, atua no futebol alemão desde 2005. Naldo é um atleta polivalente, já tendo também atuado de lateral e no meio de campo. Mesmo sendo titular na maioria dos jogos, o zagueiro poderia aceitar uma proposta para jogar o final de sua carreira no Brasil.

11 – Burdisso (León):

Guilhermo Burdisso, zagueiro de 27 anos, se transferiu esse ano do Boca Jr. para o Léon, do México, mas não tem alto valor de mercado. Com experiência internacional, o defensor atuou, além de clubes da argentina, pela Roma (ITA) e pelo Galatasaray (TUR). Uma boa oferta poderia trazer o zagueiro para o Brasil.

12 – Eder Balanta (River Plate):

O zagueiro colombiano de apenas 22 anos é uma das promessas na América do Sul. Balanta tem se destacado desde ano passado no River Plate da Argentina, tendo sido convocado para seleção colombiana que disputou a Copa do Mundo do Brasil. Balanta poderia ser uma boa opção de investimento a longo prazo.

13 – Cleber (Hamburgo):

Cleber deixou o Corinthians em dezembro de 2014 para atuar no Hamburgo da Alemanha. O jogador de 24 anos ainda tem mercado na Europa, mas não é descartado um retorno ao Brasil, pela dificuldade de adaptação que o zagueiro teve. Uma proposta por empréstimo pode ser opção para contratar o jogador.

14 – Sidnei (Deportivo):

Formado nas categorias de base do Internacional-RS, Sidnei teve passagens por diversas seleções de base. Em julho de 2008 foi negociado com o grupo português de investimentos Gestifute e repassado ao Benfica. Mesmo com boas atuações não conseguiu se firmar como titular da equipe e acabou emprestado ao Besiktas (2011), Espanyol (2013) e Deportivo La Coruña (2014), onde atuou 25 vezes na temporada. Uma investida no zagueiro de 26 anos pode trazê-lo de volta ao futebol brasileiro.

 

Foto: Divulgação A.C. Milan

Curtiu essa matéria? Siga o autor no Twitter: @allanmadi