Após humilhação, presidente do São Paulo defende Ataíde em coletiva

Crédito da foto: Divulgação/São Paulo FC

O presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, concedeu entrevista coletiva nesta segunda-feira (23) após humilhação sofrida para o Corinthians. Ataíde foi citado diversas vezes.

Um dos momentos mais polêmicos da coletiva foi quando o assunto foi o pedido da torcida para a saída de Ataíde Gil Guerreiro da vice-presidência. Leco diz ser injustas os pedidos da torcida e “simplória” as atribuições a ele sobre erros do passado em que haviam mais pessoas envolvidas. No entanto, o presidente do São Paulo não descartou uma mexida também neste cargo caso seja necessário “Existem outras pessoas no conselho, tão capazes quanto Ataíde e se necessário podem fazer a função mas como eu disse não entendo porque tanta cobrança em cima dele”, disse Leco.

LEIA MAIS: 
Osorio não teria saído do São Paulo comigo na presidência, garante Leco

Leco ainda garantiu que Ataíde Gil Guerreiro foi apenas uma ferramenta para a saída do ex-presidente do clube mas que “Aidar derrubou Aidar”, disse. Para ele, Gil Guerreiro só deu a gota d’água para a saída de ex-mandatário.

Os torcedores se revoltaram com Ataíde na noite deste domingo por supostamente o vice-presidente estar rindo após a derrota. “Eu sei que o sentimento dele é igual o meu, bastante tristeza. Tenho certeza e vi as imagens, ele apenas foi simpático com algum repórter”, garantiu Leco.

A torcida são-paulina cobra Gil Guerreiro também por não ter contratado Ricardo Oliveira no início da temporada e Lugano que esteve o ano inteiro como possível reforço do Tricolor. Leco novamente defendeu Ataíde e disse que não cabe a ele a culpa de tudo de ruim que ocorreu no São Paulo no ano de 2015.

O presidente do São Paulo também falou na entrevista que, assim como os torcedores, está triste e perplexo com a derrota de 6 a 1 que o São Paulo sofreu no último domingo pelo Brasileirão e disse que apesar de todo o momento turbulento que o clube passa, ainda está acima de outras 16 equipes do Brasil nesta temporada e portanto não haverá mudanças enquanto o campeonato não terminar.

Em relação ao novo treinador, Leco disse que “se tiver sorte” o São Paulo irá anunciar a contratação ainda esta semana e que conversas já estão em andamento.

O presidente Tricolor fez questão de deixar claro que sua gestão começou a pouco menos de um mês e que reformulações serão feitas no clube mas não com o Brasileirão em andamento.

Crédito da foto: Divulgação/São Paulo FC