Brasileirão Feminino: final entre São José e Rio Preto é adiada; entenda

Crédito: Divulgação / CBF

Gabi Portilho (esquerda) atuou de forma irregular – Crédito: Divulgação / CBF

Nesta quarta-feira, São José e Rio Preto fariam o segundo jogo da decisão do Brasileirão Feminino, porém isso não acontecerá mais.

O time do São José foi denunciado pela Procuradoria de Justiça Desportiva pela escalação irregular da jogadora Gabi Portilho.

A meia teria acumulado três cartões amarelos, contra Mixto-MT, Centro Olímpico e Tiradentes-PI. Porém, contra o Centro Olímpico, a jogadora recebeu um cartão amarelo e, em outro lance, o vermelho direto. Mesmo expulsa sem a amostra do segundo cartão amarelo, isso não anula a suspensão pelos três cartões.

O caso foi parar no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e a CBF emitiu uma nota em seu site confirmado o adiamento da final para uma data a ser definida. O julgamento acontece na próxima sexta-feira, no Rio de Janeiro.

No primeiro jogo, o Rio Preto bateu o São José pelo placar de 1 a 0, gol marcado por Ana Alice.

Confira a nota da decisão do STJD sobre a suspensão da partida clicando aqui.