Corinthians: Veja como foi a festa da Fiel no clássico contra o São Paulo

Foto: Sidney Pereira/Torcedores.com

Gritos de olé desde o primeiro tempo, refrões provocativos como o “Ei, você aí, freguês em Itaquera e também no Morumbi” e até o irônico “Eu acredito”, quando a partida já estava 5 x 0 pro Timão, marcaram o dia 22 de novembro de 2015 na Arena Corinthians,  uma data que tem tudo pra não ser esquecida na história do clássico Majestoso.

LEIA TAMBÉM:
Andrés provoca Rogério Ceni: “Ele não vem aqui, vocês sabem disso”
Globo erra o placar da goleada do Corinthians sobre o São Paulo
Corinthians marca três no SP mais rápido que Palmeiras, mas demora mais que o Santos

O principal interesse dos mais de 45 mil torcedores – recorde do clube no estádio – era ver a tão esperada entrega da taça de campeão brasileiro, a primeira na casa corintiana. Mas a festa preparada para o jogo, com a presença de torcedores famosos, foguetório e mosaico do Hexa em 3D, incendiou a torcida e os jogadores em campo. O time, com poucos titulares, logo adotou o  toque de bola tradicional, atacando e defendendo com eficiência, e construiu o placar de 6×1 contra o São Paulo.

A torcida entrou na onda e também goleou nos quesitos de animação e criatividade. No entorno da Arena Corinthians, ambulantes ofereciam lembranças da conquista inédita. Faixas de hexacampeão, bandeiras e camisas eram maioria. Uma delas homenageava  o técnico Tite, um dos mais ovacionados pela campanha do Timão.

A festa da massa corintiana começou no estádio e seguiu até as estações de trem e do metrô Itaquera. Numa manifestação totalmente espontânea, a área central foi tomada por milhares de torcedores, que cantavam e dançavam, ao som da bateria da torcida.  Passageiros comuns e seguranças do local pararam para olhar a festa, sem incidentes e marcada apenas pela alegria do futebol.

Créditos da Foto: Sidney Pereira/Torcedores.com

Sidney Pereira é colaborador no Torcedores.com. Siga ele no Twitter: @sidneypereira00
Veja outras notícias sobre Corinthians, São Paulo



Sou formado em Comunicação Social e sempre atuei com Jornalismo corporativo e Marketing. Apaixonado por esportes, com preferência para futebol, vôlei, basquete e handebol, nessa ordem. Acompanho o noticiário esportivo pela mídia tradicional/internet e procuro sempre unir duas paixões - esportes e turismo - nas minhas férias ou períodos de folga.