Henderson tenta emendar sequência de vitórias contra Belfort

Reprodução/Instagram

O norte-americano Dan Henderson poderia se aposentar neste minuto do MMA. E mesmo assim, seria uma lenda. Aos 45 anos, o lutador tem dois cinturões do Pride e um do Strikeforce na carreira, além de grandes vitórias no UFC. Apesar do momento recente não ser dos melhores, “Hendo” tenta se recuperar diante do brasileiro Vitor Belfort, neste sábado (7), em São Paulo.

LEIA MAIS:
UFC: Belfort “canta vitória” antes de luta contra Henderson

 

Henderson faz, contra Belfort, a luta principal do UFC Fight Night 77, que acontece no ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. Caso vença, será a segunda vitória seguida do americano. Em junho deste ano, ele nocauteou Tim Boetsch. Antes, contudo, havia sido nocauteado por Gegard Mousasi e finalizado por Daniel Cormier.

As últimas lutas de Dan Henderson mostram a irregularidade que tem marcado a carreira do veterano nos últimos anos. Desde que retornou ao UFC, em 2011, o retrospecto foi de três vitórias e cinco derrotas – uma delas, em novembro de 2013, para o próprio Vitor Belfort.

Não que uma vitória vá colocar Henderson no caminho do cinturão. Mas poderá ser um fim de carreira menos melancólico para a lenda.

Crédito da foto: Reprodução/Instagram



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.