Imparcialidade? Bonner encerra Jornal Nacional com #BoraVotarNoWendell

Wendell até agora não deve estar acreditando na reviravolta que deu sua vida na sexta-feira (6). O jogador desempregado viu seu nome ao lado de Neymar e Messi, concorrendo ao prêmio de gol mais bonito do ano. Até o William Bonner pediu voto. 

Leia mais:Fifa anuncia finalista do Prêmio Puskas. Qual gol foi o mais bonito?

O atacante Wendell Lira, no momento sem contrato com algum time está na lista do Prêmio Puskas da FIFA de gol mais bonito da temporada por um gol marcado no dia 11 de março, enquanto Lira defendia o Goianésia. O golaço de meia bicicleta dentro da área foi feito pelo Campeonato Goiano e contra o Atlético-GO.

Em entrevista o atacante disse como se sentiu: “Não acreditei muito, estava almoçando na casa da minha mãe, vi muitas mensagens no celular mas tive que dar uma olhada nos sites primeiro, mas a ficha está caindo aos poucos. Essa vida de jogador é muito difícil, costumo falar aos meus amigos que ela muda da noite para o dia, estou há 3 meses desempregado e hoje graças a Deus estou concorrendo ao gol mais bonito do ano. Coisa inexplicável”, disse Wendell.

Não apenas estar entre a lista é motivo de orgulho, mas também por ser o único brasileiro da lista. Wendell e seu gol foram parar no Jornal Nacional, o âncora William Bonner após o termino do VT tentando ser imparcial , usou os filhos para dar sua opinião:

“Meus filhos diria: #BoraVotarnoWendell”, finalizando a edição. Não demorou muito e o assunto repercurtiu no Twitter.

 

 

 



Formada em jornalismo pelo Mackenzie, demorei anos para perceber que dá, sim, para ir atrás dos sonhos e trabalhar com o que se gosta: o esporte. Hoje me divido entre o esporte e a política. Nunca vou me conformar com os que dizem: "É só futebol.."