Injustiçado? FIFA divulga concorrentes ao prêmio Puskás e deixa Robinho de fora

reprodução FIFA

A Fifa publicou nesta sexta-feira, 6, a lista dos 10 indicados ao Prêmio Puskás, que premia o gol mais bonito de 2015. A relação possui nomes consagrados como Lionel Messi e Carlitos Tevez, além de um brasileiro que não é o Neymar. Seria o Robinho, autor de dois GOLAÇOS por cobertura em Rogério Ceni?

LEIA MAIS
Opinião: Torcedores do Palmeiras “apequenam” o próprio clube
Mercado da bola: Rafael Marques possui OITO clubes interessados para 2016

Não, palmeirense, não foi o Robinho. O brasileiro é o desconhecido Wendell Lira, atacante que fez o primeiro gol da vitória de 2 a 1 do Goianésia sobre o Atlético-GO no Campeonato Goiano deste ano. Tá certo que o gol do atleta foi uma pintura (Clique aqui para assistir), mas deixar o “rei das coberturas” de fora foi, no mínimo, um pesar muito grande.

Robinho já marcou dois golaços por cobertura em Rogério Ceni, goleiro do São Paulo, mas o primeiro, em partida válida pelo Paulistão de 2015, foi o mais bonito. Praticamente do meio-campo, o camisa 27 dominou a bola após chute de Ceni e, após uma leve ajeitada, mandou um chutaço por cobertura no goleiro rival. Reveja o lance que rendeu até uma placa ao jogador:

Daí, se já não fosse difícil fazer um golaço como esse, o Robinho fez mais um. E justamente contra o mesmo adversário e goleiro. No returno do Brasileirão, o Palmeiras perdia para o São Paulo no Morumbi até que Robinho acertou outro lindo chute encobrindo o camisa 1 tricolor. Reveja:

A FIFA pode não ter reconhecido Robinho como digno do Prêmio Puskás, mas com certeza a torcida alviverde já o elegeu como uma espécie de “mártir” nos clássicos contra o São Paulo.

Foto: Reprodução / Site FIFA