Juiz ganhou a camisa de Neymar mesmo após recusar presente, diz Arnaldo Cezar Coelho

Foto: Reprodução/Youtube

A recusa do árbitro José Buitrago em receber a camisa de Neymar após a partida da seleção brasileira contra o Peru na semana passada repercutiu no mundo inteiro, mas se engana quem pensa que o juiz deixou a Fonte Nova sem o presente.

Segundo o ex-árbitro e comentarista da TV Globo, Arnaldo Cezar Coelho, Buitrago recebeu a camisa do craque brasileiro após o duelo, vencido pela seleção de Dunga.

“O Neymar saiu com a camisa e deu para o Serginho, massagista do Palmeiras. O Serginho foi ao vestiário e me confessou que entregou a camisa. Ali não podia. E o Neymar, por não saber disso, foi levar. E o árbitro, para não pegar mal, disse que não pode”, disse Arnaldo, durante o programa “Bem, Amigos”, do Sportv, na noite desta segunda-feira.

O “não” de Buitrago a Neymar causou muita polêmica na imprensa no mundo inteiro. O camisa 10 reclamou bastante da arbitragem durante o triunfo por 3 a 0 e o ato de oferecer a camisa ao juiz após a partida foi visto como uma provocação.

O duelo pela 4ª rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 foi o último internacional do árbitro, que está perto de se aposentar.

“A repercussão foi muito grande na Europa. Disseram que foi muita ousadia do Neymar. Ele só foi levar a camisa, e foi a primeira vez que eu vi, porque no intervalo o juiz pediu a camisa. Era seu último jogo como árbitro internacional, está com 45 anos e gostaria de ter a camisa do Neymar. Eu já pedi camisa para o Zico, o Paolo Rossi já foi no vestiário me entregar uma camisa. Portanto, não é vergonha nenhuma”, completou.

Crédito da foto: Reprodução/Youtube



Editor senior do Torcedores.com, o jornalista formou-se na Universidade Metodista em 2009 e passou pelas redações do Diário do Grande ABC, Agora SP, UOL e Fox Sports, onde fez a cobertura da Copa do Mundo de 2014. Está no Torcedores desde outubro de 2014.