Corinthians 6 x 1 São Paulo foi mais que uma goleada

Foto: © Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Corinthians 6 X 1 São Paulo. Além do futebol e do baile da equipe de Parque São Jorge, existe mais além dos gols marcados. O requinte de crueldade é tamanho que os discípulos de Aidar e Juvenal assim como um Serial Killer devem ter olhado para a “vítima” ao final do massacre e dizendo: missão cumprida.

Os pedaços do tricolor estavam espalhados pelo gramado de Itaquera ao som de: Hexacampeão!!!!

O “maior meio campista do Brasil”, como ele se intitula, o grande PG Gênio é o retrato do descaso São Paulino, não jogando metade do que sabe ou do que pode. Luís Fabiano é um arremedo de atacante que esta querendo deixar o clube desde fevereiro.

Rogério Ceni, o líder que teima em tentar segurar a barca tricolor, lesionado, nada pode fazer. Pato, já esta de saída, Michel Bastos, um dos melhores jogadores do elenco, vive em atrito, com o sistema nervoso em ebulição, não se sabendo o que ele deseja na verdade.

O Osório não é o melhor treinador do planeta, mas não é o culpado pelos erros e tão pouco o único a salvar tudo. Trazer Doriva na transição foi um erro, Milton Cruz deveria seguir o trabalho, tentar manter o equilíbrio em um clube que esta a muito desequilibrado, vivendo as sombras de um passado que não acompanha o presente, que seguindo o enredo de uma novela, vem drama atrás de drama, problemas aos montes, isto sem mencionar os que não vem ao conhecimento do grande público.

O São Paulo é grande e merece que seu trabalho seja modernizado, organizado e que a democracia e a gestão atualizada com os novos tempos do futebol sejam estabelecidos.

Quanto ao outro lado do clássico…o Corinthians tem o reflexo de uma diretoria profissional que trabalha muito bem os bastidores e o dialogo com a comissão técnica e este entrosamento dá reflexo dentro de campo, uma equipe unida, forte, equilibrada, sem grandes valores técnicos, mas com uma aplicação fora do comum resultando em uma campanha irretocável e histórica.

Viva ao bom futebol e a boa gestão dos clubes…defeitos e falhas todos tem, mas as qualidades devem sempre superar os erros e que eles sejam mínimos para que as conquistas sejam enaltecidas.

 



Professor, Treinador de Futebol, Profissional de Educação Física e Jornalista. Proprietário do ESPORTESNET e da Rádio ESPORTESNET. Palestrante Motivacional.