Mercado da bola: Everton acerta transferência para time de Luxa, na China

Gilvan de Souza / Flamengo

Um dos reintegrados ao Flamengo na última quarta-feira – após suspensão por participação em uma festa na semana passada em meio a concentração -, o meia-atacante Everton está de malas prontas para o futebol chinês. Segundo reportagem do GloboEsporte.com, o Tianjing Songjiang, clube de Vanderlei Luxemburgo, pretende finalizar sua contratação até o início da semana que vem.

LEIA TAMBÉM:
Flamengo projeta fortuna para investir em reforços em 2016; confira
Mercado da bola: Flamengo pode dificultar a permanência de Maicon no Grêmio
Suspensos do Flamengo são convidados para festa de site pornô
Mercado da bola: Alvo do Flamengo, Santos se posiciona sobre Chiquinho para 2016
Flamengo mantém multa, mas reintegra os cinco jogadores que estavam afastados

A reportagem informa que o Tianjin, clube da segunda divisão da China, enviará ao Rubro-Negro proposta no valor de US$ 2,5 milhões (cerca de R$ 9,5 milhões). O desejo de contar com Everton para a próxima temporada partiu do próprio Luxa, que também quer o atacante Luis Fabiano, que encerra vínculo com o São Paulo em dezembro.

Everton teria aprovado os valores da negociação e não esconde que ficou chateado pelo desfecho da cúpula do Flamengo em relação à festa da semana passada. Ele, Alan Patrick, Pará, Marcelo Cirino e Paulinho foram afastados no último dia 28 e ainda sofreram multa de 30% dos salários.

Nem mesmo a reintegração ao grupo de Oswaldo de Oliveira satisfez Everton, que não tem desejo de continuar na Gávea. O jogador de 27 anos chegaria como um dos principais reforços do Tianjin em busca de retornar à Série A do futebol chinês.

Everton disputou 148 jogos pelo Flamengo, 91 nesta segunda passagem (desde 2014), e marcou 21 gols. Entre 2008 e 2009, o jogador participou das campanhas dos títulos do Campeonato Carioca e do hexa no Brasileiro, porém ainda era promessa do clube.

Curtiu a matéria? Siga o autor no Twitter: @fontes_matheus.
Facebook: Matheus Martins Fontes.

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.