Moto GP: Análise do circuito de Valencia

Crédito: Reprodução/Youtube

Circuito que tradicionalmente encerra as temporadas da Moto Gp, o complicado circuito de Valencia vai presenciar um final de campeonato histórico.

Construído em 1999 com capacidade para 120,000 pessoas, o circuito de Valencia fica em Cheste e é palco da grande decisão da Moto Gp 2015 entre Jorge Lorenzo e Valentino Rossi, ambos da Yamaha.

O recorde da pista na Moto Gp é de Marc Marquez em 2013 com 1’30.237.

O circuito possui pouco mais de quatro quilômetros(4,005km), com cinco curvas a direita e nove a esquerda. Possui uma reta de 650 metros, ótima para ultrapassagens.

No ano de 2014, Marc Marquez conquistou a vitória com Rossi em segundo e Dani Pedrosa em terceiro.

Dani Pedrosa é o recordista de vitórias, com três, logo atrás vem Jorge Lorenzo e Casey Stoner que possuem duas vitórias. Em poles, Stoner tem quatro, Rossi tem três e Pedrosa tem duas poles conquistadas.

A prova será disputada em 30 voltas, com distância de 120,2km com início previsto a partir das 11 da manhã do dia 08/11 no Sportv. Lembrando que a Moto 3 vai largar ás 8 da manhã e a Moto 2 ás 09:15, sempre no horário de brasília.

Curiosidades:

1 – Em 2009, Casey Stoner, na volta de apresentação, na saída da curva dois acabou caindo. Nesse ponto, o trecho ficou conhecido como o “trecho do Stoner”.

2 – O recorde geral da pista de Valencia pertence a Pedro Lamy em 2007, de Peugeot 908 HDI, com 1’25.234.

3 – Em 2006, Anthony Davidson, de maneira não oficial, pilotando um carro Honda da F1(RA106) cravou 1’08:540

Crédito: Reprodução/Youtube



Cara simples, amante do esporte a motor e que curte outros esportes. Dono do canal Tio Duh no youtube, voltado para gameplay de clássicos de 8,16 e 32 bits. Amante do esporte a motor, considera escrever uma forma de estar mais próximo das pistas!