Nos pontos corridos, defesa colorada teve média inferior a um gol por jogo apenas uma vez

Crédito da foto: Divulgação/Inter.

Somente em 2006, no ano mais glorioso de sua história, o Inter conseguiu ter uma média de gols sofridos menor do que os jogos disputados no Brasileirão. Em 12 anos de pontos corridos, apenas nessa ocasião o time conseguiu demonstrar regularidade na defesa, com 36 gols em 38 jogos – média de 0,96 por partida.

MAIS INTER:

Os 10 melhores tuítes sobre a era Argel no Inter

Rafael Moura passará por cirurgia no pé e não joga mais em 2015

Cinco vezes em que D´Alessandro surtou pelo Inter

Nos demais campeonatos disputados nesse sistema, incluindo o atual, o colorado sempre teve uma média superior a 1 gol por partida. Em 2015, ainda com 5 jogos a serem jogados, o time tem 36 gols sofridos em 33 jogos, e só poderia apenas mais um tento caso queira repetir o feito de 2006.

Naquele ano, a dupla de zaga de grande parte da campanha foi formada por Índio e Fabiano Eller. Cada um fez 29 partidas, com 5 gols marcados. Bolívar, que foi vendido para o Mônaco logo após a Libertadores, atuou 10 vezes e Ediglê jogou 16, sendo titular em 10.

Abaixo, confira a média colorada de gols sofridos por jogos disputados desde 2003, ano do advento dos pontos corridos no Brasil:

2015 – 36 em 33 jogos (média 1,09) – faltando ainda cinco rodadas.
2014 – 41 em 38j (1,07)
2013 – 52 em 38j (1,36)
2012 – 40 em 38j (1,05)
2011 – 43 em 38j (1,13)
2010 – 41 em 38j (1,07)
2009 – 44 em 38j (1,15)
2008 – 47 em 38j (1,23)
2007 – 44 em 38j (1,15)
2006 – 36 em 38j (0,94)
2005 – 49 em 42j (1,16)
2004 – 59 em 46j (1,28)
2003 – 57 em 46j (1,23)

Crédito da foto: Divulgação/Inter.



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.