O dia do Flamengo: Ederson volta a treinar com bola e protesto na Gávea

Foto: Divulgação/Flamengo

O elenco do Flamengo participou de uma intensa atividade na manhã deste sábado (07.11), no Ninho do Urubu. Oswaldo de Oliveira comandou o treinamento que contou com as participações de Marcelo Cirino e Ederson, que estão se recuperando de lesão. O camisa 10 inclusive voltou a trabalhar com bola e deve voltar ao time na próxima semana. Na Gávea, membros de torcidas organizadas protestaram contra o momento atual do time no Brasileirão.

LEIA MAIS:
Convocado para seleção Olímpica, Jorge agradece e declara amor ao Flamengo
Veja as notícias do Flamengo que você PRECISA ler hoje
Empresário de Maicon fala de sobre interesse do Flamengo
Relembre os artilheiros da Serie A do Brasileiro entre 1994 – 2014

A primeira parte do treino no Ninho do Urubu foi fechado à imprensa. Segundo informações do próprio Flamengo, após aquecimento, os atletas realizaram treino tático, enquanto Marcelo Cirino e Ederson fizeram treino físico. O atacante Emerson Sheik trabalhou uma parte da manhã na academia do CT.

Com a liberação da imprensa, o elenco treinou em campo reduzido. Em metade do campo, foram divididos em três grupos, com quatro jogadores em cada. Quem se juntou a atividade foi Ederson, que realizou seu primeiro treino com bola após sofrer lesão no joelho direito. O camisa 10 não joga desde a partida contra o Vasco pela Copa do Brasil, no dia 27 de setembro.

Na outra parte do gramado, Alan Patrick, Kayke e Jajá trabalharam cobranças de falta com o goleiro Daniel e o auxiliar técnico Jayme de Almeida. Ao final das atividades, o meia Ronaldo, do futebol de base, e o lateral Armero permaneceram em campo e fizeram trabalho técnico.

Sem poder contar com Guerrero, suspenso após se expulso na partida do último domingo, diante do Grêmio, o time que deve enfrentar o Goiás neste domingo, no Maracanã é: Paulo Victor; Pará, Wallace, César Martins e Jorge; Marcio Araújo, Jajá e Alan Patrick; Gabriel, Kayke e Emerson Sheik.

Enquanto o elenco se preparava para próxima partida pelo Campeonato Brasileiro, integrantes de diversas organizadas se reuniram para realizar um protesto na sede do Fla, na Gávea.

O grupo deu a volta na sede do clube e, depois se postou na entrada principal. A torcida soltava fogos de artifício do lado de fora da Gávea para protestar. Faixas e gritos como “time sem vergonha” eram ouvidos na manifestação.

O presidente Eduardo Bandeira de Mello atendeu três representantes das torcidas presentes, sendo um de cada organizada do clube. O grupo pediu empenho dos jogadores, já que o Flamengo vem de uma sequência de sete derrotas em oito partidas.

A próxima partida do Rubro-negro pelo Brasileiro é domingo contra o Goiás, no Maracanã. O time ocupa a décima primeira colocação na classificação, com 44 pontos. Faltam cinco rodadas para o término da competição.

Foto: Divulgação/Flamengo

Curtiu essa matéria? Siga o autor no Twitter: @allanmadi